Caligrafia ainda é um grande problema na correção de redações

Carla Gobb Textos de educação

Uma pesquisa realizada com 146 professores da Imaginie apontou que a caligrafia ainda é uma grande vilã na hora da correção das redações e que pode influenciar, inclusive, na nota final.

Em média 30% das redações são dadas como ilegíveis e não recebem correção. De 146 entrevistados 140 responderam que a caligrafia afeta a correção e 144 afirmaram que já tiveram problemas na correção devido a letra ilegível.

Quando a letra do aluno é difícil de ler os professores precisam ler a redação várias vezes o que pode prejudicar o entendimento do texto. “Quando não compreendemos uma palavra ela pode comprometer a ideia que o aluno quis transmitir”, afirma um professor entrevistado. “A caligrafia afeta a correção quando prejudica na compreensão das palavras, ao contrário da boa caligrafia, que desperta o interesse da leitura”, diz outro entrevistado.

Mas o que seria uma caligrafia legível? Para os professores, não se trata de ter uma letra bonita ou feia. “Letra legível é aquela em que podemos diferenciar maiúscula e minúscula, por exemplo, alguns alunos possuem uma caligrafia tão rebuscada, mas não fazem essa diferenciação e isso acaba tirando pontos na norma culta.” Para a maioria dos professores entrevistados a letra legível demonstra interesse, preparo do aluno e até mesmo convicção do que se está escrevendo.

Agora que você já sabe, não vai perder ponto por causa de bobeira, não é? 🙂

Vamos debater sobre?