Estética textual: fotografia de várias pessoas em uma sala de aula. No foco, à frente, está uma pessoa escrevendo em um caderno.

10 dicas para melhorar a estética textual da sua redação

Roberta Rinaldi Dicas de Redação

A estética textual está relacionada à forma como você apresenta o seu texto para o leitor, levando em consideração questões como legibilidade da escrita, organização dos parágrafos, espaçamento entre palavras, respeito aos limites da linha, dentre outros.

Pode parecer bobeira de início, certo? Afinal, muita gente acredita que o que importa mesmo é apenas o conteúdo. Mas você já ouviu alguém dizer que “o segredo está nos detalhes”? Quando se trata da redação, pode apostar que essa mensagem se aplica!

Pense com a gente: um corretor do Enem corrige, em média, 100 textos por dia. Apesar de ser preparado para essa tarefa, é inevitável que o cansaço o atinja em algum momento. 

Agora imagine fazer a correção de 100 textos extremamente desorganizados, mal cuidados e com uma letra difícil de decifrar? Certamente isso irá influenciar negativamente na percepção do leitor quanto às ideias ali apresentadas.

Então, para que você não corra o risco de ser prejudicado quanto à estética textual, veja tudo o que você deve ficar atento para apresentar a sua redação de forma impecável!

1. Fique atento à legibilidade das palavras

Nem todo mundo tem uma letra linda, e tudo bem! A caligrafia não precisa ser necessariamente maravilhosa. Porém, ela com certeza deve ser legível.

Se as pessoas costumam ter dificuldade para decifrar o que você escreve, o corretor possivelmente também terá. Isso tornará a leitura para ele cansativa, além de prejudicar o entendimento do raciocínio lógico que você tenta apresentar no texto. 

Escreva com calma e atentando-se a cada letra. Você não pode, por exemplo, deixar passar um “e” que se parece com um “i”, ou um “o” que se parece com um “a”. 

Além disso, diferencie bem as letras maiúsculas e minúsculas, marque bem os acentos e as pontuações.

2. Escreva as 30 linhas

Lembra que existem cinco critérios de avaliação da redação? São as competências do Enem.

Portanto, quanto mais você escrever, mais irá demonstrar conhecimentos sobre o assunto, além de empenho e dedicação para a redação. Cumprir o espaço é importante e denota, ainda, planejamento! Então, use o espaço ao seu favor.

3. Respeite as margens

É muito comum que as pessoas deixem espaços no final da linha para não “quebrar as palavras”. Bom, divisão silábica está aí para isso! Aliás, não fazê-la pode passar a impressão de que você não sabe.

Portanto, escreva até o final da linha, respeite as margens e faça a divisão das palavras sempre que for necessário. Fazer isso não irá comprometer o texto, pelo contrário, irá denotar conhecimento gramatical básico.

4. Padronize o recuo do parágrafo

A marca de parágrafo é fundamental e necessária para uma divisão organizada da redação e, consequentemente, para a estética textual. Porém, é fundamental que você se atente à padronização do recuo. 

Se você recuou 2cm no segundo parágrafo, não recue 3cm no próximo. Mantenha a mesma distância, para harmonizar a formatação do texto. 

5. Não salte linhas

Além de gastar espaço, pulando linhas você irá comprometer a estrutura da redação. Por isso, marcar o parágrafo é mais do que suficiente. Você não precisa (e nem deve) saltar linhas de um parágrafo para o outro e nem depois do título.

O título, sempre curto e objetivo, deverá ser centralizado na linha para que visivelmente seja reconhecimento como tal.

6. Evite ao máximo rasurar

Apesar de ser permitido rasurar na redação, não é bom que o texto tenha muitas correções. Isso irá demonstrar falta de cuidado com a produção logo quando o corretor bater o olho em sua redação.

Portanto, use o rascunho ao máximo e tenha bastante atenção ao passar a limpo!

7. Não faça desenhos ou deixe mensagens  

Além de atrapalhar a estética textual da sua redação, sua redação poderá ser zerada caso ela contenha desenhos ou mensagens que não estão relacionadas ao texto em si. Portanto, cuidado!

8. Não dê espaçamentos exagerados entre as palavras  

Espaçar demais as palavras no texto passa a impressão de que você está tentando ocupar as linhas, mas sem muito conteúdo a acrescentar. 

Além disso, fazendo isso você corre o risco de precisar do espaço no final e começar a “espremer” as palavras para caber. Isso irá passar uma impressão de falta de planejamento da escrita. 

9. Escolha uma caneta adequada ao seu estilo de escrita

Desde que a sua caneta esteja de acordo com as normas do Enem, ou seja, que ela seja esferográfica e de cor preta, você tem liberdade de escolher entre a de ponta fina ou grossa.

Por isso, é bom avaliar qual delas melhor se adapta à sua letra para garantir a legibilidade das palavras.

10. Padronize o tamanho dos parágrafos

Para não ficar parecendo que você teve uma ótima ideia em um parágrafo (enorme!) e outra mais fraca no outro (pequeno demais…) garanta que o tamanho deles seja mais ou menos igual.

Portanto, planeje-se! Separe o número de linhas para o número de parágrafos que você quer apresentar no texto.

E aí, deu para entender como trabalhar bem a sua estética textual? Então, que tal baixar a nossa folha de redação guiada gratuitamente e começar a praticar desde já?

Banner de divulgação do modelo de redação guiada para quem quer saber como estudar para o Enem. O banner direciona para o link de cadastro a seguir: http://conteudo.imaginie.com.br/folha-de-redacao-guiada?utm_source=blog&utm_medium=post-estetica-textual&utm_campaign=material-rico&utm_content=banner

Vamos debater sobre?