Fake News: possível tema do Enem 2018, saiba discutir

Roberta Rinaldi Dicas de Redação

  • Fake news é uma expressão que significa “notícias falsas”.
  • Consiste na circulação de informações não reais ou, de alguma forma, modificadas, com o propósito de enganar ou manipular pessoas e situações. O objetivo pode ser também o de chamar atenção com exageros e sensacionalismo, principalmente em mídias digitais, nas quais a grande quantidade de “cliques” ou “likes” gera lucro.
  • As fake news ganham abrangência graças à pouca conscientização social sobre o assunto, o que faz com que as pessoas compartilhem as notícias sem procurar fontes ou analisar a veracidade dos fatos expostos.

Por que as fake news são tão perigosas?

As notícias falsas podem causar inúmeros prejuízos, desde os contornáveis até os mais graves, que colocam a vida de pessoas em risco. Veja alguns casos:

  • Em abril de 2017, Luiz Áureo de Paula e Pâmela Martins foram espancados em Araruama, interior do Rio de Janeiro, após terem suas fotos divulgadas, junto à placa do carro com o qual circulavam, em grupos de WhatsApp. A notícia falsa era a de que eles estariam sequestrando crianças. A questão foi investigada, e a polícia da cidade afirmou que não havia registro de desaparecimento de crianças na região. Apesar disso, graças à viralização da informação, o casal sofreu com a violência dos moradores e ainda tiveram o carro depredado e queimado.
  • Em Guarujá, São Paulo, uma mulher foi espancada até a morte depois de ter seu nome e imagem associados ao boato de que ela sequestrava crianças para praticar magia negra. Fabiane Maria de Jesus, de 33 anos, sofreu a violência de pelo menos 10 pessoas ao mesmo tempo, e não resistiu aos ferimentos. Após a tragédia, o boato foi desmentido.
  • Em 2009, Leandro Santos de Paula viralizou na internet ao postar um vídeo em que Sérgio Cabral, o então governador, o chama de “otário” depois que ele questiona as obras do governo e as ações da polícia. Em 2016, Sérgio Cabral foi preso. Em um ímpeto sensacionalista, circularam o vídeo de Leandro em 2009 junto à informação de que o jovem, em uma espécie de “reviravolta”, seria agora o agente penitenciário de Cabral. Entretanto, Leandro mora em Manguinhos, uma região extremamente violenta do Rio, em que estar associado à polícia é inaceitável e poderia custar a sua vida. O boato passou a ser creditado como verdade, e Leandro precisou se desdobrar para provar não ser real.
  • A vereadora Marielle Franco, executada a tiros no Rio de Janeiro, teve seu nome vinculado a mentiras por pessoas que tinham como objetivo desmerecer a visibilidade da vítima, que suscitou fortes críticas sociais. Os boatos mais graves foram afirmando que ela teria sido casada com traficante Marcinho VP e eleita pelo Comando Vermelho, umas das maiores facções criminosas do país.

Fake news e política

Em épocas de eleição, por exemplo, falsos boatos podem levar muitos indivíduos a mudarem seus votos, por acreditarem em mentiras espalhadas por eleitores contrários a determinados candidatos.

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luiz Fux, em parceria com o Ministério Público Eleitoral, instaurou um procedimento de verificação de notícias veiculadas para reduzir a abrangência de notícias falsas. A medida é preventiva para a época das eleições, visto que a distorção de informações nos veículos midiáticos tem sido tão expressiva e é uma ameaça, inclusive, à democracia, por expandir informações falsas e manipuladoras.

Segundo dados levantados pela Fundação Getúlio Vargas, nas eleições de 2014, perfis falsos foram programados para fazer publicações e espalhar mensagens de campanha dos candidatos Aécio Neves, Dilma Rousseff e Marina Silva. Levantamento inédito revela que robôs, ou seja, perfis falsos programados para fazer publicações, foram usados para espalhar mensagens de campanha de três candidatos a presidente nas eleições de 2014 no Brasil.

Com a disputa para Presidência da República neste ano e com o aumento expressivo de fake news nas mídias sociais, a preocupação é que essa mesma estratégia seja usada, agora com informações falsas para sujar a imagem de candidatos e manipular a vitória. Esse também é um dos motivos que faz do tema possível de ser cobrado na redação do Enem.

Gostou? Veja os 6 temas possíveis de cair no Enem 2018 clicando AQUI. Acesse também nosso tema sobre fake news para praticar. Até a próxima! 😉

MOBILIDADE URBANA: POSSÍVEL TEMA DO ENEM 2018, SAIBA DISCUTIR

Vamos debater sobre?