Como melhorar a nota na competência 2 da redação

Beatriz Kalil Othero Dicas de Redação

Como você já sabe, a redação do ENEM possui cinco competências valendo 200 pontos cada, e hoje iremos focar na de número 2:

“compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo em prosa”.

Mas em que consistem essas áreas? A resposta é ampla: isso mesmo, em sua redação, você pode demonstrar conhecimento de um vasto repertório histórico, social, político, literário e cultural, por exemplo; quanto mais rica e relacionada ao tema é a sua compilação, maior é a sua nota.

VEJA MAIS DICAS DE REDAÇÃO

Pensando nisso, abaixo, te damos algumas dicas sobre como expandir seu domínio cultural e relacioná-lo a vários temas e enfoques na redação! Confira:

  • Faça a busca inicial: procure produções sobre assuntos de cunho social, cultural e/ou político. Ou seja, a partir de um tema específico (exemplos: fake news, mobilidade urbana, sistema carcerário), pesquise se ele possui alguma fonte de estudo alternativa e de entretenimento.
  • Todos os gostos: a lista de opções é vasta. Você pode citar livros, quadrinhos, teorias, campanhas de conscientização, exposições, pinturas, documentários, filmes, músicas, séries, dentre outros.
  • Continue procurando: se não encontrar a produção que você estava imaginando, não desista! O tema pode ter sido retratado em outro(s) tipo(s) de produção.
  • Abra-se às possibilidades: tenha contato com produções que você goste, mas não deixe de lado as que você não gostou tanto! Elas também podem ser úteis para citar na sua redação, por se relacionarem com o tema da proposta.
  • Acostume-se com o tempo: exerça seu repertório cultural usualmente. Assim, você não verá a busca por conhecimento extra como uma obrigação, e sim como um bom hábito.

Veja abaixo sugestões de posts que podem te ajudar a melhorar a nota na competência 2:

TRÊS FILMES BRASILEIROS PARA CITAR NA REDAÇÃO

DOCUMENTÁRIOS PARA ENRIQUECER A REDAÇÃO

CRISE DO SISTEMA CARCERÁRIO BRASILEIRO: REFERÊNCIAS

BULLYING: REFERÊNCIAS PARA A REDAÇÃO

AUMENTO DE DSTs NO BRASIL: REFERÊNCIAS NA REDAÇÃO

Mas e na hora da produção? Até mesmo sabendo o que citar, pode dar aquele “branco”, não é? Sem problemas, a gente te ajuda! Leia abaixo nossas dicas:

  • Tenha calma: depois de pesquisar e pensar em uma produção cultural sobre o tema, alivie-se, você já fez a parte mais difícil! Agora é só encaixá-la no seu texto com coerência e atenção.
  • Escolha onde citar: não dá para “soltar” a referência na redação sem estabelecer um contexto, não é? Assim, pense em qual parágrafo ela irá se adequar melhor à sua redação. Citar na introdução também é recomendado, para que o corretor já comece a entender que você tem conhecimentos extras sobre o assunto.
  • Quantidade e qualidade: não há um consenso sobre o número ideal de produções para citar no texto. Porém, se você citar duas ou três, você cria certo diferencial, com chances de obter uma nota maior. Ultrapassar as três não é tão bom, pois você corre o risco de fugir do gênero, e focar demais nas referências externas.
  • Lembre-se: as produções culturais servem para enriquecer e dar mais credibilidade à sua argumentação. Elas não substituem seus argumentos! Atente-se à estrutura de sua redação 🙂

Bom, o conhecimento prático é tão interessante e útil quanto o teórico! Então vamos construí-lo? Boa produção!

“O CORTIÇO”: COMO CITAR O LIVRO EM SUA REDAÇÃO

Vamos debater sobre?