Fotografia de uma mulher sentada em um banco no parque estudando operadores argumentativos.

Saiba quais operadores argumentativos usar em cada parágrafo da sua redação

Roberta Firmino Dicas de Redação

Quando vamos produzir um texto, precisamos usar algumas palavras e expressões de transição que garantem a ligação entre as orações e os parágrafos, certo? Esses elementos são fundamentais para que o seu texto tenha coesão e coerência, permitindo que o leitor compreenda o que você está querendo passar para o leitor.

É aí que entra a importância dos operadores argumentativos, que possuem a função de garantir a ligação entre as ideias da sua redação.

Neste post, vamos nos aprofundar no estudo desses elementos, explicando o que são eles e alguns exemplos de quais você pode usar em cada parte do seu texto. Vamos lá?

O que são operadores argumentativos?

Os operadores argumentativos são palavras e expressões responsáveis por fazer a ligação entre orações e parágrafos de uma redação. Essa conexão, de forma bem feita, garante uma boa articulação das ideias, dando sentido ao texto e permitindo que o autor consiga se expressar de forma coesa.

Tipos de operadores argumentativos

Em seu texto, você pode utilizar operadores argumentativos de:

  • adição;
  • explicação;
  • condição;
  • comparação;
  • finalidade;
  • proporção;
  • alternância;
  • consequência;
  • explicação;
  • conclusão;
  • oposição.

Banner de divulgação da Comunidade Imaginie com link para: https://conteudo.imaginie.com.br/comunidade-imaginie-enem-vestibular-redacao?utm_source=blog&utm_medium=post-operadores-argumentativos&utm_campaign=material-rico&utm_content=banner

Qual é a sua importância?

Além de serem fundamentais para que o leitor compreenda a sua tese e a sua redação como um todo, os operadores argumentativos também impactam em sua nota em uma prova.

No Enem, por exemplo, uma das competências exigidas na avaliação da redação é a de “demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação”. 

Isso quer dizer que 200 pontos da sua redação estão relacionados à sua capacidade de organizar o seu texto e apresentar os seus argumentos de forma coesa.

Então, não vai dar mole, né? Entender e conhecer os operadores argumentativos é essencial para que você desenvolva um bom texto e garanta a nota que você precisa na redação!

Quais operadores argumentativos usar na redação?

Agora que você já entendeu o que são e qual é a importância dos operadores argumentativos, vamos conhecer alguns exemplos dos quais você pode usar em cada parágrafo da redação!

1. Introdução

Sabemos que introduzir uma ideia não é uma tarefa fácil, mas ela também não é impossível! Com algumas dicas rápidas você já consegue ficar craque nesse processo.

Fica mais fácil ainda se você conhecer algumas expressões que te ajudam a elaborar esse primeiro parágrafo, certo? Então, conheça alguns operadores argumentativos para a sua introdução, na qual você deverá contextualizar o assunto em pauta e sua tese a respeito:

  • muito se tem discutido acerca de…
  • sabe-se que…
  • é de fundamental importância discutir a problemática…
  • é indiscutível/inegável que…
  • comenta-se, com freqüência, a respeito de…
  • apesar de muitos acreditarem que…
  • ao contrário do que muitos acreditam…
  • pode-se afirmar que, em razão de/devido a…
  • ao refletirmos criticamente a respeito de…

2. Desenvolvimento

No primeiro parágrafo de desenvolvimento da sua redação, é importante afirmar algo, já introduzindo as informações que você tem sobre o tema nessa declaração. 

Além disso, você não pode se esquecer de estabelecer uma ligação e continuidade da ideia no segundo parágrafo. Isso deve ser feito por meio de operadores argumentativos que indicam a soma de ideias. 

Veja alguns exemplos de quais você pode usar nesses dois parágrafos de desenvolvimento:

  • é incontestável que…
  • como já teorizado por…
  • atualmente, observa-se que…
  • em consequência disso, nota-se que…
  • dentre os inúmeros motivos que levaram a/ao…
  • além disso…
  • outro fator diz respeito a…  
  • uma preocupação constante…
  • convém lembrar que…
  • por outro lado…
  • porém, mas, contudo, todavia, no entanto, entretanto…
  • no que tange ao/diz respeito…

3. Conclusão

Por mais que seja um tanto óbvio que o último parágrafo se trata do fechamento do seu texto, você deve indicar que o seu raciocínio chegou ao fim e, portanto, indicar o início de uma listagem de propostas.

Veja algumas expressões para serem usadas nesse parágrafo:

  • em virtude dos fatos mencionados…
  • por todos os argumentos supracitados…  
  • levando-se em consideração os aspectos expostos…  
  • dessa forma…  
  • em vista dos argumentos apresentados…  
  • dado o exposto…  
  • tendo em vista os aspectos observados…  
  • levando-se em conta o que foi observado…  
  • em virtude do que foi mencionado…  
  • pela observação dos aspectos analisados…  
  • portanto/logo/então/assim…  
  • entende-se/conclui-se que…
  • é imprescindível que tais medidas sejam tomadas…
  • é necessário que/faz-se necessário que…

Gostou? Compartilhe com a gente quais outros operadores argumentativos que você usa em seus parágrafos para estabelecer coesão textual. Além disso, aproveite que já estamos no assunto para conhecer quais tipos de argumentos você pode usar em sua redação!

Vamos debater sobre?