Regras de acentuação: fotografia de uma moça sentada em uma biblioteca. Ela está segurando um caderno e sorrindo para a foto.

Regras de acentuação: saiba quando acentuar palavras e confira exemplos

Roberta Firmino Dicas de português

Mesmo estando em vigor desde 2009, o Novo Acordo Ortográfico continua trazendo muitos impactos em nosso dia a dia, principalmente no que diz respeito à acentuação das palavras.

O que já causava confusão na escrita para muita gente, com a Reforma Ortográfica acabou trazendo ainda mais dúvidas. Afinal, muitas regras de acentuação mudaram.

Por outro lado, esquecer o acento de uma palavra ou acentuá-la de forma errada pode comprometer o seu sentido e, consequentemente, a coesão textual. Isso pode levar ao desconto de pontos em uma prova de redação e até mesmo ao erro em avaliações de linguagens.

No Enem, por exemplo, a competência I está relacionada a essa questão. E você não quer perder nota por ainda não conhecer as regras de acentuação, né? Por isso é tão importante conhecê-las e tê-las em mente!

Então, continue a leitura deste artigo para conhecer as regras de acentuação e garantir uma boa nota na redação!

Dando os primeiros passos

Para realmente entender as regras de acentuação, você precisa fazer a classificação de uma palavra de acordo com a sua sílaba tônica. Mas, não se preocupe! Essa parte é simples.

Em todas as palavras, há uma sílaba que é pronunciada com maior força e intensidade. Essa é a chamada sílaba tônica.

Então, você deverá fazer a classificação da seguinte forma:

  • quando a última sílaba de um termo é a mais forte, como em “partir” e “ falar”, trata-se de uma palavra oxítona;
  • quando é a penúltima sílaba que é a mais forte, como em “porta” e “assoalho”, a palavra é uma paroxítona;
  • quando a antepenúltima sílaba é a mais forte, como em “anêmona” e “mágica”, trata-se de uma proparoxítona.

Pronto, agora vamos para as regras de acentuação!

Gif da cantora Nick Minaj recebendo uma premiação e falando “let’s go”.

Aprendendo as regras de acentuação

Como você já sabe fazer a classificação das palavras de acordo com a sílaba tônica, fica muito mais fácil entender as regras de acentuação. Então, vamos lá?

1. Oxítonas

As palavras oxítonas que terminam em -a(s), -e(s), -o(s), -em, -ens, ou em ditongos abertos, como -éi(s), -éu(s) e -ói(s) devem receber acento.

Confira os exemplos:

  • Amapá;
  • canapés;
  • jiló;
  • armazém;
  • reféns;
  • papéis;
  • troféus;
  • lençóis.

Mas e as palavras monossilábicas?

Bom, nesse caso, se o monossílabo for tônico e terminar em -a(s), -e(s) ou -o(s) ele também deverá receber acento. É o caso de:

  • pés;
  • pó;
  • só.

2. Paroxítonas

No caso das paroxítonas, devem ser acentuadas as que terminam em: -l, i(s), -n, -u(s), -r, -x, -ps, -ã(s), -ão(s), -um e -uns. Veja os exemplos:

  • notável;
  • tênis;
  • pólen;
  • bônus;
  • repórter;
  • tórax;
  • bíceps;
  • imã;
  • sótão;
  • fórum;
  • álbuns.

A regra é a mesma para paroxítonas que terminam em ditongos, seguidos de “s” ou não. Fica assim, por exemplo:

  • água;
  • jóquei.

Mas mudou com a Reforma Ortográfica…

Os ditongos abertos -ei e -oi em paroxítonas, que antes eram acentuados, agora não recebem mais acentuação. Veja alguns exemplos:

  • ideia;
  • jiboia;

3. Proparoxítonas

Agora vem a parte mais simples: todas as proparoxítonas são acentuadas! 

Gif de uma pessoa sendo aplaudida e fazendo uma expressão de alívio após receber um prêmio.

É o caso de:

  • matemática;
  • trânsito;
  • farmacêutico;
  • estético;
  • pálido;
  • México.

4. Regras gerais

Agora, vamos falar sobre algumas outras regras que se aplicam de forma geral (mas com exceções, que citaremos abaixo).

4.1 Vogais -i e -u

Quando forem tônicas (seguidas ou não de “s) e formarem um hiato com a vogal anterior, desde que não sejam seguidas por -nh, as vogais -i e -u recebem acento. Confira alguns exemplos:

  • juízo;
  • Luís;
  • cafeína;
  • raízes;
  • saúde;
  • egoísta.

Porém, em hiatos precedidos por uma vogal idêntica, -i e -u não recebem acento. Um exemplo desse caso é “xiita”. Essa regra só não é aplicada às proparoxítonas, que continuam recebendo o acento, como em “friíssimo”.

Mas mudou com a reforma ortográfica…

Quando -i ou -u tônicos formam um hiato depois de um ditongo, eles não recebem acento mais. Fica assim:

  • feiura;
  • baiuca;

Além disso, quando a palavra tiver -u tônico precedido de -g ou -q e seguido de -e ou -i, ela também não recebe mais acento. Sendo assim, “averigúe” se tornou “averigue” após a Reforma Ortográfica, por exemplo.

4.2 Hiatos -oo e -ee

A Reforma Ortográfica também anulou o acento nos hiatos -oo e -ee. Portanto, agora não se escreve mais “vôo”, e sim “voo”, por exemplo.

4.3 Verbos “ter” e “ver”

Nos casos dos verbos “ter” e “ver” e dos seus derivados (como “contém”, “convém”, etc), você deverá acentuar quando ele estiver conjugado na 3ª pessoa do plural do presente do indicativo. Exemplos:

  • eles vêm;
  • elas têm;
  • os vasos contêm flores;

4.4 Acento diferencial

O acento que, antes do Novo Acordo Ortográfico, existia para diferenciar palavras homógrafas, não é mais usado. Essa regra não é válida apenas para os verbos “poder” e “pôr”.

Fica mais fácil entender se você observar os exemplos:

  • “Ele não para para pensar”: aqui, “para” do verbo “parar” e “para” como conjunção não são acentuados.
  • “Ele não pôde vir ontem, mas pode vir amanhã”: o acento é usado para diferenciar presente e pretérito perfeito.
  • “O ideal é pôr a camisa por cima da outra”: o acento é usado para diferenciar o verbo da preposição.

4.5 Trema (¨)

Com a Reforma Ortográfica, não há mais trema nas palavras da língua portuguesa. Ele é usado apenas em nomes próprios estrangeiros, como “Müller” e “Bündchen”.

Recapitulando

Agora é hora de relembrar as regras de acentuação que vimos aqui!

 

Recebem acentuação

Não recebem acentuação

Oxítonas

Terminadas em: -a(s), -e(s), -o(s), -em, -ens
Terminadas em ditongos abertos

Paroxítonas

Terminadas em: -l, i(s), -n, -u(s), -r, -x, -ps, -ã(s), -ão(s), -um e -uns.Ditongos abertos -ei e -oi
Terminadas em ditongos (seguidos de “s” ou não)

Proparoxítonas

Todas as palavras são acentuadas

Vogais -i e -u

Quando forem tônicas (seguidas ou não de “s) e formarem um hiato com a vogal anterior, desde que não sejam seguidas por -nh.Em hiatos precedidos por uma vogal idêntica (regra não aplicada às proparoxítonas).
Quando forem tônicas e formarem um hiato após um ditongo
-u tônico precedido de -g ou -q e seguido de -e ou -i

Hiatos -oo e -ee

Não recebem acento

Verbos “ter” e “ver” (e derivados)

3ª pessoa do plural do presente do indicativo

Acento diferencial

Não é mais usado, exceto para os verbos “poder” e “pôr”

Trema

Não é mais usado, exceto para nomes próprios estrangeiros.

Pronto, agora que você já sabe sobre as regras de acentuação, vamos treinar todo esse conhecimento? Baixe nossa folha de redação guiada gratuita e comece a praticar hoje!

Banner de divulgação do modelo de redação guiada para quem quer saber como estudar para o Enem. O banner direciona para o link de cadastro a seguir: https://conteudo.imaginie.com.br/folha-de-redacao-guiada?utm_source=blog&utm_medium=post&utm_campaign=banner

Vamos debater sobre?