#DesafioVem1000: Desafios para a educação da população indígena no Brasil [Redação pronta]

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

A questão indígena no Brasil é um tema bastante latente e tem toda a chance de cair no Enem.

Ainda não escreveu alguma redação sobre esse eixo temático? 

Então, agora é a hora de você conferir uma redação com o tema “Desafios para a educação da população indígena no Brasil”, se inspirar e começar a praticar o quanto antes.

E enquanto você analisa essa redação comentada, que tal também dar uma conferida no episódio do podcast do Dá Ideia de mesmo tema e, assim, enriquecer ainda mais o seu repertório sobre o tema? É só dar o play!

Exemplo de redação sobre o tema: Desafios para a educação da população indígena no Brasil

“todos [1] os homens têm, por natureza, direito de aprender”. Essa frase do filósofo grego Aristóteles pode ser relacionada com os desafios para educação indígena no Brasil, pois a maioria deles não possuem [2] um ensino adequado por conta de vários obstáculos. Ademais, as dificuldades mais persistentes são a não permanência de nativos no ambiente universitário e a falta de professores especializados em pedagogia indígena para o ensino médio [3]. Dessa forma, para reduzir esses problemas, são necessárias medidas de caráter exequíveis. [4]

Faz-se necessário, antes de mais nada, considerar que as populações indígenas são caracterizadas pelo ponto de vista dos livros adotados nas escolas, de acordo com um olhar europeu, em que o índio não pode usufruir dos bens civilizatórios. A partir desse contexto, atualmente, persiste a não permanência de estudantes indígenas no ambiente universitário, pois sofrem preconceitos por conta da sua própria cultura, dessa maneira [5] acabem desistindo de estudar. Além disso, segundo o Ministério da Educação, o principal motiva da saída de estudantes indígenas das universidades é o preconceito cultural. Logo, é importante amenizar essa situação. [6] [7]

Outrossim, no livro “a [8] menina que roubava livros” [9] os judeus não podiam ter acesso a [10] escola, livros e educação didática. Essa literatura pode ser relacionada com a falta de professores especializados em pedagogia indígena para o ensino médio, pois com a falta desses educadores, os índios não podem ter acesso a [11] educação, trazendo como consequência a falta de oportunidade para ingressar no mercado de trabalho e ter melhores condições de vida. Além do mais, segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), a maioria dos professores não tem especialização em ensino indígena [13]. Assim, é de extrema necessidade reduzir esse problema educacional. [12]

Compreende-se, portanto, que é imperioso sanar a não permanência de estudantes indígenas no ambiente universitária e a falta de professores especializados em pedagogia indígena para o ensino médio. Sendo assim, deve haver ação do Ministério da Educação, que tem o dever de garantir a educação para todos, em parceria com a Secretaria Especial de DIreitos Humanos, para estudantes indígenas permanecerem nas universidades, por meio da melhoria e preparo no ambiente universitário [15], a fim de estudantes concluírem os estudos. Ademais, deve ter atuação do Governo em parceria com o Ministério da Educação, para que índios tenham professores, por intermédio da concretização do programa de apoio à formação superior e licenciaturas interculturais indígenas (Prolind), com a finalidade do ensino para todos. Destarte, irá ter educação para todos de forma igualitária, assim reafirmando a frase do filósofo Aristóteles. [16] [14]


Comentários sobre a correção da redação

Veja os comentários do corretor sobre a redação.

Competência I: demonstrar domínio da norma culta

  • [1] Esta palavra é grafada com letra maiúscula.
  • [2] Para concordar com o período, esta palavra deve estar no singular.
  • [5] Insira uma vírgula.
  • [8] Inicie uma nova oração com letra maiúscula.
  • [9] Acrescente uma vírgula aqui.
  • [10] A regência deste verbo requer preposição ‘a’ e, por consequência, crase, pelo fato de a próxima palavra ser o artigo definido feminino ‘a’, resultando em à ou às (àquele(s), àquelas(s)).
  • [11] Este “a” é craseado (à).

Competência II: compreender a proposta

  • [3] Muito bem! Explicitou logo na introdução a tese a ser defendida.;
  • Seu parágrafo introdutório explana o recorte temático, mostrando que compreendeu a proposta.

Competência III: selecionar e relacionar argumentos

  • [6] Ótimo argumento, muito bem!;
  • [7] Muito bem! Estes dados deram credibilidade a seu argumento;
  • [12] Ótimo! Apresentou um argumento válido, completo e muito produtivo à argumentação.
  • [13] Parabéns por apresentar dados que denotam credibilidade ao argumento apresentado.

Competência IV: conhecer os mecanismos linguísticos para a construção da argumentação

  • [14] Atente-se ao funcionamento da pontuação para organizar a coesão de seu texto.

Competência V: elaborar a proposta de intervenção para o problema

  • [15] Como isto pode ser executado?
  • [16] Excelente! Você resolveu os problemas apresentados na argumentação e, ainda, compreendeu muito bem o que é necessário conter na proposta de intervenção.

Comentário final

Bom texto! Cuidado com erros gramaticais.

Nota: 880

E aí, curtiu verificar uma redação comentada sobre o tema: “Desafios para a educação da população indígena no Brasil?” Aposto que sim, ein? Bom, mas agora é a sua vez, já separa o meio pelo qual você gosta de escrever, seja papel e caneta ou notebook, e já comece hoje a escrever! Ah e não se esqueça de escolher o seu pacote da Imaginie para correção, ok?

Banner para cadastro na plataforma da Imaginie, direcionando para o link: https://app.imaginie.com/accounts/login/?utm_source=blog&utm_medium=post&utm_campaign=cadastro-na-plataforma&utm_content=banner

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

Posts relacionados

[Ebook]

7 dicas para dar um gás nos estudos e aprender mais rápido

Está se preparando para o Enem e demais vestibulares e quer saber como aprender mais rápido? Então este ebook foi feito para você. Nele você encontra 7 dicas quentes para dar um gás nos estudos!

[Ebook]

Melhorando o seu Repertório Sociocultural

Quer melhorar o seu repertório sociocultural, mas não tem ideia de como fazer isso? Então este ebook foi feito para você! Nele você vai encontrar várias fontes para enriquecer sua redação!
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.

Imaginie para todos: democratizando o ensino de redação no Brasil

Se você é um aluno de escola pública, agora pode estudar para o Enem de graça com a Imaginie. Conheça melhor o projeto Imaginie para todos!

Calendário do vestibular 2021: Confira as datas dos principais processos

Ficou confuso na hora de pesquisar sobre os vestibulares que quer fazer? Teve dificuldade para encontrar as informações? Achou tudo muito desorganizado? Então este calendário é para você!

[Infográfico gratuito]

O que cai
em cada disciplina do Enem?

Você está perdidinho sobre o que estudar para o Enem? Saiba quais são as matérias mais cobradas em cada disciplina neste infográfico gratuito que preparamos para você!

Mapa mental grátis

Decorar as regras de acentuação gráfica não é uma tarefa fácil, certo? Mas ela se torna um pouco mais simples com um mapa mental!

Plano de estudos para o Enem 2020

Quer um guia para se preparar para o Enem 2020? Baixe o nosso plano de estudos gratuitamente aqui!

Mapa mental grátis

Decorar as regras de acentuação gráfica não é uma tarefa fácil, certo? Mas ela se torna um pouco mais simples com um mapa mental!

Folha de redação guiada: produza um texto nota 1000!

Criamos esse modelo de redação guiada com dicas para você acertar na hora de fazer a sua própria produção textual para o Enem 2020!

Como ter uma rotina de estudos produtiva?

Aprenda técnicas para aprender mais em menos tempo!

Faça seu cadastro para receber nossa Newsletter