Mobilidade Urbana: referências para usar na redação

Beatriz Kalil Othero Dicas de Redação

Nos últimos anos, a mobilidade urbana vem sendo um dos temas mais considerados para a redação do Enem. Assim, em função de sua relevância e urgência, o assunto não perde o lugar nas discussões sobre a produção de texto. Pensando nisso, te indicamos três produções culturais relacionadas ao tema, que podem ser citadas em sua redação e enriquecer seu texto. Confira abaixo:

Música Construção – Chico Buarque (1971)

Os versos abaixo simbolizam um problema encontrado em muitas cidades do Brasil: o trânsito, ocasionado pelo grande número de veículos. Logo, cada imprevisto no tráfego (nesse caso, a morte trágica de uma pessoa) faz com que o engarrafamento aumente ainda mais.

Agonizou no meio do passeio público

Morreu na contramão, atrapalhando o tráfego

(…)

Agonizou no meio do passeio náufrago

Morreu na contramão atrapalhando o público

Conto A Autoestrada do Sul – Júlio Cortázar

O texto, redigido em 1964 pelo escritor argentino Júlio Cortázar, retrata um engarrafamento que dura anos. De caráter ainda muito atual, pode ser lido como uma grande crítica às precariedades na mobilidade urbana. Logo, como quase não são projetadas soluções para o problema do trânsito intenso, ele continua crescendo de forma desordenada. O conto pode ser lido aqui.

O escritor Júlio Cortázar, que nasceu em 1914 e faleceu em 1984.

O escritor Júlio Cortázar, que nasceu em 1914 e faleceu em 1984. Foto: reprodução

Programa Cidades e Soluções – Globo News

Pensando na proposta de intervenção, o programa é uma boa fonte de ideias. Afinal, nele são retratadas alternativas aplicáveis nas cidades, a fim de melhorar a dinâmica urbana. Ocasionalmente, as pautas do Cidades e Soluções se encaixam no assunto da mobilidade, então, recomendamos que você fique atento (a) aos episódios. O programa vai ao ar toda segunda-feira, às 21:30.

CLIQUE AQUI E VEJA OS VÍDEOS DO PROGRAMA

Logo Globo News.

Imagem: reprodução

Esperamos que goste das nossas indicações! Boa produção 🙂

VEJA TAMBÉM: SITES DE CHECAGEM DE FATOS E BOATOS QUE PODEM TE AJUDAR

Vamos debater sobre?