Procrastinação – O que é e por quê os corretores fazem isso?

Laura Pereira Conteúdos Imaginie, Dicas para corretor de redação

De acordo com o dicionário da língua formal, procrastinar “é deixar para depois; delongar; adiar, protelar.”

Procrastinação é, portanto, o ato de adiar um trabalho. O ato de procrastinar é impertinente em qualquer profissão, e é um péssimo hábito, principalmente quando há um prazo a ser cumprido. Procrastinar não significa que você não executará o que foi pedido, mas sim que adiará a execução da tarefa até os últimos minutos.

Entenderemos a seguir, porque os corretores fazem isso e veremos dicas eficazes de como driblar a procrastinação.

Adiar a correção é um grande problema, já que corrigir textos demanda tempo e atenção, levando em consideração que deixando para última hora sua avaliação poderá ser duvidosa, prejudicando assim, o autor da redação e o próprio corretor, que terá sua vida e horas de trabalho bagunçadas e desorganizadas, tendo que exceder demais a produtividade no último tempo, comprometendo assim suas horas de lazer e descanso.

Entenderemos a seguir, porque os corretores fazem isso e veremos dicas eficazes de como driblar a procrastinação.

Vários são os motivos que levam um corretor a procrastinar, mas podemos citar algumas das principais causas.

Amigos, diversão e entretenimento

Há pessoas que preferem adiar o trabalho para ficarem assistindo TV, navegando em redes sociais, respondendo mensagens do celular, sair com os amigos, se distrair em geral. Deixando de lado todo o trabalho e comprometendo, assim, seu profissionalismo.

Dificuldade em dar início

Há ainda os que têm dificuldade em começar, que se vêem em agonia diante da primeira redação. Mas entendemos que, o importante é dar o primeiro passo. O primeiro parágrafo da primeira redação do dia é sempre o mais árduo, mas depois da primeira redação corrigida fica difícil procrastinar o resto.

Detalhamento excessivo

Os detalhistas estão sempre em busca de uma correção perfeita, pautada nos mínimos detalhes. Mas há sempre divergências de opiniões, mesmo levando em conta questões básicas, como linguagem formal, gramática, estruturação do texto, coerência e coesão, nunca teremos uma correção 100% perfeita.

Falta de concentração

Sem contar os corretores que sofrem com a falta de concentração, influenciado, muita das vezes, por fatores externos, como ambiente de trabalho desfavorável, preocupações e barulhos excessivos.

Existem outras distrações ou deveres que fazem muitos corretores deixarem para depois o trabalho, como a família, filhos e afazeres domésticos.

Todos os fatores citados levam os corretores à procrastinação.

Não podemos nos enganar e achar que o ato de adiar um trabalho não dá prazer, quem é que não prefere sair com os amigos, confraternizar com a família, assistir sua série preferida na TV, mas esse prazer desaparece quando as cobranças vêm, quando você estoura seus prazos e sua credibilidade é comprometida, podendo tornar escassas suas chances de trabalho.

Podemos elencar algumas dicas para driblar esse mal que acomete os corretores.

Organize seu tempo

Estruture sua agenda diária, reserve um tempo para cada atividade do seu dia, e, dentro dessa rotina, separe as horas que serão destinas à correção das redações, e tente não fugir dessa rotina pré-estabelecida. Isso facilitará muito sua vida e evitará adiamentos e acúmulos de trabalho.

Atente-se aos prazos

Cumprir os prazos de acordo como que foi estabelecido é sinal de comprometimento e profissionalismo, por isso não exceda os prazos dados e sempre fique de olho neles. Um bom truque é fixar na mente ou em lembretes que o prazo é dois ou um dia antes do prazo real, assim sempre estará um passo a frente.

Realismo

Estabeleça metas diárias de produção, mas que essas metas sejam reais, possíveis de serem cumpridas por você.

Ambiente de trabalho

Deixe seu ambiente de trabalho acolhedor e produtivo às correções. Evite músicas, barulhos, televisão, escolha um lugar calmo e sem muitas distrações.

Autoconhecimento

É preciso também procurar o que é melhor para você, pois cada um tem seu estilo próprio de trabalhar. Por exemplo, existem pessoas que têm problemas com lugares fechados. Corrija seus textos, portanto, ao ar livre. Outros não gostam do silêncio absoluto, escolha uma música calma e num tom agradável para realizar as correções. Faça as adaptações necessárias a você e se livre da procrastinação.

Espero que esse texto tenha te ajudado a entender o que é procrastinação e porque alguns corretores fazem isso e que você utilize as dicas dadas para evitar o adiamento de seus trabalhos.

Vamos debater sobre?