Seus estudos não podem parar. E como incentivo, receba 15% de desconto com o cupom  ESTUDOEMCASA 

Os desafios relacionados à alfabetização dos idosos no Brasil [Redação pronta]

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

A alfabetização dos idosos é uma pauta necessária no Brasil. Para se ter uma ideia, em 2022, aproximadamente 5,2 milhões de pessoas com 60 anos ou mais não sabiam ler e escrever. Os dados foram coletados pela Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) Contínua: Educação 2022, promovida pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Esse dado mostra a importância de garantir a alfabetização dos idosos, buscando não só a melhoria na qualidade de vida, mas também o exercício pleno da cidadania dessa população.

Para te ajudar a escrever uma redação sobre o tema, iremos fazer uma breve contextualização do assunto e também te daremos um exemplo de redação pronta sobre o tema “Os desafios relacionados à alfabetização dos idosos no Brasil”. 

Quais são os principais desafios enfrentados pelos idosos no Brasil?

Uma parte significativa da população idosa ainda encontra diversos desafios que afetam seu bem-estar. Entenda alguns deles:

Saúde

A predominância de doenças crônicas como hipertensão, diabetes, e doenças cardiovasculares é alta entre os idosos. Além disso, a saúde mental também pode ficar fragilizada, por causa do isolamento social e o pouco contato com pessoas queridas. 

Dessa forma, caso não haja o devido acompanhamento e tratamento dos problemas de saúde, esses podem se agravar.

Economia

Milhões de idosos brasileiros dependem de aposentadorias, que podem ser escassas para cobrir todas as despesas e demandas. De acordo com um levantamento feito pelo Serasa, cerca de 70% dos idosos acreditam que o dinheiro de uma aposentadoria é insuficiente para viver

Ademais, 58% deles julgam que não se planejaram financeiramente para esse período da vida. A pesquisa ouviu 1.649 idosos por meio de um questionário online em setembro de 2023.

Além da questão da aposentadoria, infelizmente, a inserção de pessoas mais velhas no mercado de trabalho ainda representa um tabu; muitas vezes, ao buscar e se manter em um emprego, essa população sofre etarismo (preconceito com base na idade).

Infraestrutura

A falta de acessibilidade em espaços públicos e privados limita a locomoção dos idosos. Nem sempre, os locais contam com rampas, corrimãos e banheiros adaptados para essa população. 

Além disso, em suas próprias casas, os idosos também correm o risco de se acidentarem. Essa conjuntura pode se agravar ainda mais por causa da escassez de recursos para fazer as adaptações necessárias nas casas, e da falta de apoio familiar e médico, por exemplo.

Para se ter uma ideia, em 2013, 4.816 idosos brasileiros morreram vítimas de quedas. Já em 2022, esse índice praticamente dobrou, com 9.592 mortes.

As quedas da própria altura representam a terceira principal causa de óbito entre as pessoas com mais de 65 anos no país. Os dados são de um levantamento do IBGE divulgado pela BBC News Brasil em 2024.

A importância da alfabetização dos idosos

A alfabetização dos idosos tem um papel crucial na superação de diversos obstáculos que listamos, e consequentemente, no exercício da cidadania dessa população. Confira alguns eixos que demonstram a importância dessa aprendizagem:

Independência e empoderamento

No quesito de acesso à informação, os idosos que são alfabetizados conseguem compreender diversos dados importantes para o dia a dia. Documentos, notícias e postagens nas redes sociais são alguns exemplos dessas informações.

Já no âmbito da gestão financeira, a alfabetização também facilita a compreensão de extratos bancários, contratos, por exemplo, o que ajuda os idosos a terem mais independência para gerir seus recursos financeiros.

Acompanhamento da saúde

A alfabetização proporciona uma aprendizagem contínua, que pode ajudar a melhorar a saúde mental, exercitar o cérebro, e assim, diminuir os riscos de perda cognitiva (dificuldade em executar tarefas corriqueiras, como se lembrar de datas e fazer alguma tarefa). 

Além disso, com a leitura de receitas médicas, bulas de medicamentos e demais orientações por escrito, os idosos conseguem ter mais autonomia para cuidarem da saúde.

Inclusão digital

Andando lado a lado com a inclusão digital, a alfabetização é crucial para os idosos conseguirem usar equipamentos eletrônicos, como computadores e celulares. 

Alfabetizados, eles têm a oportunidade de acessar diversos serviços disponíveis online, como aplicativos de redes sociais, bancos e planos de saúde, sites de notícias, serviços de streaming (seja na televisão ou em mais dispositivos). 

Vale ressaltar que a alfabetização dos idosos também auxilia em tarefas que facilitam o dia a dia dessa população, como se comunicar com membros da família e amigos por aplicativos de mensagem, como o WhatsApp.

Nível de escolaridade da população idosa brasileira

Mas qual a parcela de idosos brasileiros que ainda não são alfabetizados? Confira as taxas entre os grupos populacionais, ainda de acordo com a (PNAD) Contínua: Educação 2022 divulgada pelo IBGE:

  • 15 anos ou mais: 5,6%
  • 25 anos ou mais: 6,8%
  • 40 anos ou mais: 9,8%
  • 60 anos ou mais: 16%

Segundo Adriana Beringuy, coordenadora da Pesquisas por Amostra de Domicílios do IBGE, apesar da queda do analfabetismo no Brasil ao longo dos anos, ainda é preciso se atentar à população idosa.

“O analfabetismo segue em trajetória de queda, mas mantém uma característica estrutural: quanto mais velho o grupo populacional, maior a proporção de analfabetos. Isso indica que as gerações mais novas estão tendo maior acesso à educação e sendo alfabetizadas ainda crianças. Enquanto permanece um contingente de analfabetos, formado principalmente, por pessoas idosas que não acessaram à alfabetização na infância/juventude e permanecem analfabetas na vida adulta”, afirmou a profissional à agência de notícias do IBGE.

Exemplo de redação sobre o tema: Os desafios relacionados à alfabetização dos idosos no Brasil

[7] A constituição Federal brasileira garante inúmeros direitos aos cidadãos, [9] dentre os quais, o direito à educação, preservado no artigo 205 da Carta Magna. No entanto, na sociedade brasileira, observa-se situações dissemelhantes, haja vista a persistência dos desafios relacionados à alfabetização de idosos no Brasil. Dessa forma, é preciso discutir a questão que persiste no cenário hodierno, seja o [1] descaso estatal no que tange à acessibilidade à educação aos idosos, seja o histórico de pobreza e desigualdade social presentes entre os maiores de 60 anos. 

Em primeira análise, cabe ressaltar que o descaso estatal funciona como um empecilho para a alfabetização dos idosos. Nesse sentido, consoante ao filósofo contratualista Thomas Hobbes, o Estado surge com o intuito de contornar e suprir a natureza má do homem, pois ela não permite que ele viva harmoniosamente em sociedade. Destarte, torna-se lícito postular que o descaso estatal dificulta o acesso de idosos à educação, visto que o Estado é o maior promotor do bem-estar social. [2] Por conseguinte, fica nítido que há obstáculos associados à educação e alfabetização de idosos, uma vez que não há integração suficiente no corpo social. 

[3] Ademais, deve-se salientar que o histórico de pobreza e desigualdade social presentes entre os maiores de 60 anos no Brasil contribui para a problemática. [8] Nesse viés, de acordo com o Laboratório das Desigualdades Mundiais, o Brasil é um dos países mais desiguais do mundo, já que o 1% mais rico possui quase metade da fortuna patrimonial brasileira. Dessa forma, nota-se que a [5] pobreza e a desigualdade [4] contribuem para o desinteresse e dificuldade de acesso à educação, uma vez que há comumente a desvalorização da educação em populações menos favorecidas.

[6] Portanto, faz-se necessário medidas que mitiguem essa problemática. Em vista disso, o Poder Executivo -como o responsável por governar o povo e administrar os interesses públicos- deve auxiliar na criação de políticas que preconizem a inserção de idosos analfabetos na educação, por meio do apoio do Poder Legislativo, com o fito de elevar o nível educacional dos idosos. Feito isso, o artigo 205 da Constituição Federal brasileira poderá ser respeitado. 

Comentários sobre a correção da redação

Veja os comentários do corretor sobre a redação.

Competência I: demonstrar domínio da norma culta

  • [9] Seu texto apresentou precisão vocabular e obedeceu às regras gramaticais. Parabéns! O domínio da norma culta será fundamental para construção de sua nota no exame do ENEM.

Competência II: compreender a proposta

  • [1] Você explicitou a tese que será defendida na introdução. Parabéns!
  • [4] Os parágrafos de desenvolvimento são para aprofundar a ideia defendida na tese que deve ser exposta no primeiro parágrafo.
  • [7] Seu parágrafo introdutório explana o recorte temático, mostrando que compreendeu a proposta.

Competência III: selecionar e relacionar argumentos

  • [2] Coloque um dado mais elaborado neste parágrafo. Os dados estatísticos dão credibilidade aos argumentos. Busque ler jornais para assimilar informações de assuntos variados.
  • [5] Estas informações estão mal relacionadas, influenciando negativamente na coerência do texto.
  • [8] Atente-se à coesão e coerência textual, procure estabelecer relações claras entre as ideias.

Competência IV: conhecer os mecanismos linguísticos para a construção da argumentação

  • [3] Não houve inadequação no uso de conectivos, nem repetição de palavras, o que contribuiu para a leitura fluida e agradável da redação. Muito bem!

Competência V: elaborar a proposta de intervenção para o problema

  • [6] Excelente! Você resolveu os problemas apresentados na argumentação e, ainda, compreendeu muito bem o que é necessário conter na proposta de intervenção.

Comentário final

Parabéns e bons estudos!

Nota 

960

Aproveite e treine sua escrita sobre o tema “Os desafios relacionados à alfabetização dos idosos no Brasil”. Escolha um plano da Imaginie e envie a sua redação!

Autores

  • Maria Júlia

    Graduanda em Publicidade e Propaganda, tem grande interesse na área de comunicação, arte e educação.

    View all posts
  • Beatriz Kalil Othero

    Jornalista formada pela UFMG, se interessa por temas como educação, ciência, tecnologia, e sociedade. Participou de reportagens premiadas pelo Sebrae em 2023, pela CDL/BH em 2021 e 2022, e pela Rede de Rádios Universitárias do Brasil em 2020.

    View all posts

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

Posts relacionados

[Ebook]

7 dicas para dar um gás nos estudos e aprender mais rápido

Está se preparando para o Enem e demais vestibulares e quer saber como aprender mais rápido? Então este ebook foi feito para você. Nele você encontra 7 dicas quentes para dar um gás nos estudos!

[Ebook]

Melhorando o seu Repertório Sociocultural

Quer melhorar o seu repertório sociocultural, mas não tem ideia de como fazer isso? Então este ebook foi feito para você! Nele você vai encontrar várias fontes para enriquecer sua redação!

  JÁ COMEÇOU!  
22/07
ÀS 18H

Ative o sininho de notificações, participe e receba ao vivo cupons de até  50% de desconto! 
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.

Imaginie para todos: democratizando o ensino de redação no Brasil

Se você é um aluno de escola pública, agora pode estudar para o Enem de graça com a Imaginie. Conheça melhor o projeto Imaginie para todos!

Calendário do vestibular 2021: Confira as datas dos principais processos

Ficou confuso na hora de pesquisar sobre os vestibulares que quer fazer? Teve dificuldade para encontrar as informações? Achou tudo muito desorganizado? Então este calendário é para você!

[Infográfico gratuito]

O que cai
em cada disciplina do Enem?

Você está perdidinho sobre o que estudar para o Enem? Saiba quais são as matérias mais cobradas em cada disciplina neste infográfico gratuito que preparamos para você!

Mapa mental grátis

Decorar as regras de acentuação gráfica não é uma tarefa fácil, certo? Mas ela se torna um pouco mais simples com um mapa mental!

Plano de estudos para o Enem 2020

Quer um guia para se preparar para o Enem 2020? Baixe o nosso plano de estudos gratuitamente aqui!

Mapa mental grátis

Decorar as regras de acentuação gráfica não é uma tarefa fácil, certo? Mas ela se torna um pouco mais simples com um mapa mental!

Folha de redação guiada: produza um texto nota 1000!

Criamos esse modelo de redação guiada com dicas para você acertar na hora de fazer a sua própria produção textual para o Enem 2020!

Como ter uma rotina de estudos produtiva?

Aprenda técnicas para aprender mais em menos tempo!

Faça seu cadastro para receber nossa Newsletter