O aumento da depressão entre os jovens no Brasil

Carla Gobb Exemplos de redação

Veja exemplo de redação do tema: O aumento da depressão entre os jovens no Brasil.

Na primeira metade do século XX, Carlos Drummond nos apresentava a sua primeira fase poética, conhecida como “gauche” e caracterizada por temas como reflexão existencial, descontentamento com o mundo e isolamento social. Mais de 50 anos depois, sua poesia se mostra mais atual do que nunca, devido, principalmente, ao crescimento de uma doença que atinge, em sua maioria, pessoas jovens: a depressão. Considerado o “mal do século”, ela tem origens em nosso sistema econômico e no desconhecimento sobre a mesma.

Em primeiro lugar é importante destacar que o capitalismo é um fator de peso no aumento da depressão. Isso ocorre pelo fato desse sistema exigir muito das pessoas – principalmente da população jovem e economicamente ativa. A busca inconsequente por ser melhor e mais bem sucedido do que o outro, além da alta carga horária de trabalho que delimita o lazer e o entretenimento são alguns exemplos dessas exigências. Diante disso, muitos indivíduos ao não conseguirem se encaixar nesse paradigma, acabam por se sentirem inferiores, excluídos, e, em alguns casos, deprimidos.

Além disso, há um outro fator que corrobora com o crescimento do número de portadores desse mal do século: a ignorância da população em relação à doença. Tal perspectiva ocorre porque o poder público disponibiliza pouca informação sobre a patologia, fazendo com que as pessoas não deem o devido valor e importância para a depressão. Com isso, cada vez menos pessoas se sentem estimuladas a procurarem ajuda médica e cada vez mais a doença cresce de maneira silenciosa na sociedade. Um dado que ratifica isso foi divulgado pela Folha de São Paulo, expondo que mais de 50% da população que apresenta depressão no Brasil não sabe que é portador da mesma.

Infere-se, portanto, que assim como Drummond superou sua fase “gauche” e continuou sua carreira com obras tão espetaculares, o Brasil deve lutar para alterar seu atual panorama. Para isso, deve-se investir na educação da população. Já dizia o filósofo Kant: “o ser humano é aquilo que a educação faz dele”. Logo, cabe ao governo, mais especificamente o Ministério da Saúde em parceria com o Ministério da Educação e a mídia, alertar e conscientizar com campanhas em escolas, televisão, internet sobre as causas e cuidados com a depressão, ajudando o Brasil a vencer esse desafio.

Gostou? Veja o tema de redação e escreva a sua! 😉

Bons estudos!

Vamos debater sobre?