Redação: O aumento da depressão entre os jovens no Brasil

Carla Gobb Exemplos de redação

Veja exemplo de redação do tema:O aumento da depressão entre os jovens no Brasil.

A constituição da Psiquiatria enquanto campo médico se deu no século XVII. Desde então, muitas doenças mentais foram descobertas, dentre elas a depressão, que se caracteriza por um estado de tristeza, revolta e desânimo permanente. Nos últimos anos, essa doença tem crescido entre os jovens brasileiros, o que pode ser explicado, em parte, pela pressão pessoal e social vivida por eles na contemporaneidade, assim como pelo desconhecimento da doença.
Segundo o sociólogo Zygmunt Bauman vivemos em uma modernidade líquida, devido a inconstância e rapidez em que os processos e relações humanas se dão. Nesse sentido, os jovens são o grupo etário que melhor reproduzem tal lógica, ao buscarem atingir seus objetivos de maneira cada vez mais instantânea. O problema é que boa parte das coisas não podem ser conquistadas de maneira rápida, exigindo o tempo e a paciência que eles não estão dispostos a ofertar. Os relacionamentos saudáveis e uma boa imagem profissional, por exemplo, não são construídos instantaneamente. Diante desse impasse, muitos jovens do país estão desenvolvendo quadros de depressão por conta da frustração e ansiedade de não conquistar imediatamente o que se deseja.
Além disso, a sociedade brasileira contribui para o aumento da depressão entre os jovens, devido a significativa pressão social que exerce sobre eles. Espera que estes sejam capazes de exercer inúmeros papéis sociais de maneira eficiente e, com isso, se sobrecarrega os sujeitos. Demanda-se deles, por exemplo, que sejam bons profissionais, casem, tenham filhos e, ainda, que sejam capazes de resolver problemas das gerações passadas. Frente à tanta expectativa, o jovem brasileiro vive em estado de stress, quadro que também pode ocasionar a depressão.
Por fim, o desconhecimento da população brasileira em relação a essa doença é igualmente fator que colabora com seu aumento entre os jovens. Isto porque a falta do entendimento dos mecanismos biológicos e sociais que desencadeiam a depressão e seus sintomas, fazem com que o estigma do depressivo como uma pessoa fraca, dramática e infeliz permaneça, passando a ideia de que ele escolheu ficar assim e, portanto, só depende de ele sair desse quadro. Com isso, a depressão acaba sendo negligenciada tanto pela sociedade quanto pelos jovens que a tem.
Assim, é importante que o país preste atenção no aumento da depressão entre os jovens, para que eles possam receber a assistência necessária e não sejam tão cobrados socialmente. Para tanto, a mídia – televisão, jornal, internet, rádio – deve abrir espaço para os psiquiatras e psicólogos discutirem os mecanismos e sintomas da doença, a fim de esclarecer os jovens e a população de modo geral. Além disso, devem ser criados centros especializados no Sistema Único de Saúde (SUS) para o tratamento da doença.

Gostou? Veja o tema de redação e escreva a sua! 😉

Bons estudos!

Vamos debater sobre?