Redação: O culto à padronização corporal no Brasil

Carla Gobb Exemplo de redação

O culto à padronização corporal no Brasil

A definição de padrões de beleza acompanha a humanidade desde os seus primórdios, como na [1]Grécia Antiga em que a valorização do corpo atlético era intensa. Na contemporaneidade, [6]entretanto, [2]o desenvolvimento das tecnologias de informação gerou um aumento expressivo da divulgação e da cobrança acerca dos modelos estéticos, ocasionando diversos transtornos aos indivíduos que fogem desses padrões. Fatores de ordem educacional, [7]bem como cultural, expressam a urgência de mudanças nesse cenário.

É importante pontuar, de início, a negligência acadêmica quanto à abordagem da temática. À guisa do [3]pensamento kantiano, o ser humano é aquilo que a educação faz dele, sendo diretamente influenciado pela sua formação estudantil. As escolas brasileiras, [8]porém, ao se ausentarem sobre o debate das diversidades de belezas e da importância da aceitação pessoal, fomentam um comportamento de padronização corporal no país. Tal fato pode ser ratificado pela apatia do meio estudantil frente aos numerosos casos de bullying nas salas de aula relacionados aos padrões de beleza.

[9]Outrossim, tem-se a busca pelo corpo perfeito consolidada nos valores culturais brasileiros. Reconhecido mundialmente por sua beleza feminina, o Brasil é palco de constantes cobranças para o alcance dos padrões estabelecidos, como foi observado em pesquisa realizada pela marca de [4]cosméticos Dove, que apontou o país como acima da média global na porcentagem de mulheres que se sentem pressionadas a atingir o corpo ideal. Nesse sentido, as exigências aos estereótipos de beleza estão associadas a uma identidade nacional de forte culto à padronização estética. [5]

[10]É notória, portanto, a influência de fatores educacionais e culturais na problemática supracitada. Nesse viés, cabe às escolas, em consonância com ONG´s da área, orientar a população acerca da relevância da aceitação pessoal. A ideia é, a partir de palestras e debates nas salas de aula, além de campanhas na internet e nas ruas, descontruir os padrões criados e promover a diversidade de belezas. Paralelamente, a mídia, enquanto formadora de novos comportamentos e opiniões, deve desenvolver projetos de propagação da heterogeneidade estética existente no país. Essa medida deve contar com propagandas educativas nos veículos de comunicação e telenovelas que abordem o tema a fim de superar os ideais de beleza e garantir a harmonia da sociedade brasileira.

Análise da redação do aluno:

Muito bom texto! Para que fique impecável, exemplifique sua argumentação, de modo a convencer o leitor, usando, além de contexto histórico e dados de pesquisas, citações ou fatos reais. Use cada vez mais conectivos variados e formais para articular todas as ideias e enriquecer o vocabulário. Essa diversidade e formalidade dos conectivos é importantíssima para uma perfeita coesão das ideias. Boa sorte!

Competência I – Demonstrar domínio da norma culta:

Não há desvios gramaticais graves e há ocorrência de vocabulário mais formal. Continue assim!

Competência II – Compreender a Proposta:

Bom domínio do texto dissertativo-argumentativo e estruturação correta dos parágrafos. Basta desenvolver um pouco mais sua argumentação para que não caia em senso comum com ideias previsíveis. Apesar disso, está no caminho certo!

Competência III – Selecionar, relacionar argumentos:

[1] É sempre bom citar contexto histórico relacionado para sustentar o ponto de vista defendido, muito bem!
[2] Essa é sua tese, ou seja, a ideia principal sobre o que será discutido em seguida na argumentação. Com ela, sua introdução fica completa. Parabéns!
[3] Boa menção usada para sustentar o ponto de vista defendido, muito bem!
[4] Dados de pesquisas, com a fonte, usados para sustentar o ponto de vista defendido, muito bem!
[5] Para que a defesa do ponto de vista, a partir da tese, fique ainda mais consistente, você pode usar mais informações de contexto sociocultural que a sustentem. Isso será um diferencial.

Competência IV – Conhecer os mecanismos linguísticos para a construção da argumentação:

[6] Bom conectivo!
[7] Excelente conectivo!
[8] Bom conectivo!
[9] Mais um bom conectivo.

Lembre-se que um repertório cada vez mais vasto de conectivos é essencial para articular todas as ideias, formando uma unidade no texto. O ideal é usar para além de dez, optando pelos mais formais para enriquecer o vocabulário.

Competência V – Elaborar a proposta de solução para o problema:

[10] Proposta de solução bem elaborada. Detalhada quanto ao que deve ser feito, como, e por quem. Excelente!

Nota: 940

Já conhece a parceria entre Imaginie e Guia do Estudante? As primeiras pessoas que se cadastrarem ganham uma correção gratuita. Fique de olho! Veja o tema de redação e escreva a sua! 😉

Vamos debater sobre?