Tudo que você precisa saber sobre o novo Coronavírus

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

O Coronavírus tem sido um dos assuntos mais comentados desde o início do ano. Porém, se antes ele estava acometendo outras partes do mundo, como Ásia e Europa, agora ele já chegou ao Brasil. 

Portanto, mais do que nunca precisamos conhecer o que de fato é o novo Coronavírus, seus sintomas, o que fazer para nos prevenir e quais são os grupos de risco. O pânico não ajuda em nada, mas o conhecimento sim! 

Esse é um tema que merece sua atenção, mesmo porque ele pode sim cair no Enem e demais vestibulares! Por isso, siga na leitura e conheça melhor o Coronavírus!

O que é o Coronavírus?

O Coronavírus é o nome dado a uma família de vírus que têm uma estrutura que remete a uma coroa. Eles circulam, principalmente, entre animais, como morcegos e roedores. 

Quando esse animais passam a ter uma convivência muito próxima aos seres humanos, os vírus podem ser transmitidos à espécie humana e ainda sofrer mutações espontâneas e aleatórias. E foi exatamente isso que aconteceu com o novo Coronavírus.

O novo Coronavírus, que foi oficialmente batizado pela OMS de Covid-2019, foi descoberto em dezembro de 2019 na China; a primeira morte que se tem conhecimento foi registrada em 9 de janeiro de 2020.

A família coronavírus é conhecida pela área da saúde desde 1960 e já provou outras doenças respiratórias como a Síndrome Respiratória Aguda Grave (Sars) e a Síndrome Respiratória do Oriente Médio (Mers). 

A seguir, vamos te mostrar os cuidados que você deve ter para se prevenir do novo Coronavírus.


Como me prevenir do novo Coronavírus?

A prevenção para não adquirir o novo Coronavírus é muito similar ao que fazemos para não pegar gripe ou resfriado. Confira as dicas a seguir:

1. Lave bem as mãos com sabonete neutro ou de sua preferência – esfregue entre os dedos e as unhas internamente, chegando até os pulsos

2. Use álcool gel 70 para limpar as mãos antes de encostar em áreas como nariz, boca, olhos. É legal usar o álcool gel sempre quando chegar a um ambiente novo, após pegar em maçanetas e corrimãos. Por isso, leve um frasquinho em sua bolsa ou mochila, assim você poderá passar um pouquinho com frequência;

3. Limpar com álcool objetos tocados frequentemente por você, como celulares, teclados, etc.;

4. Manter distância de, pelo menos, um metro de distância de pessoas que estiverem tossindo ou espirrando;

5. Evitar cumprimentar as pessoas por beijos, apertos de mão e abraços;

6.Informar-se sobre os métodos de prevenção em fontes seguras;

7. Evitar aglomerações.

Ainda que você tome todo o cuidado, é possível que eventualmente você contraia o novo Coronavírus. Por isso, é importante ficar atento aos sintomas.

Quais são os sintomas do novo Coronavírus?

Os sintomas do novo Coronavírus são também parecidos, em muitos casos, com os sintomas de gripe e resfriado, portanto, a pessoa que contrair o vírus poderá apresentar:

  • tosse, que pode ser seca ou com secreção;
  • febre acima de 37º;

Além desses mais comuns, quem contrai a doença pode apresentar:

  • dores no corpo;
  • congestionamento nasal;
  • inflamação na garganta;
  • diarréia.

Os sintomas considerados mais graves são:

  • dificuldade respiratória;
  • insuficiência renal.

Lembrando que na grande maioria das vezes as pessoas têm apresentado casos leves da doença. 

O recomendado é: se você apresentar qualquer um dos sintomas leves da doença, permaneça em casa e procure ter o mínimo de contato com outras pessoas para evitar a propagação do vírus. 

O momento de ir a um médico é quando sentir algum dos sintomas mais graves. Essa medida é para não superlotar os hospitais e postos de saúde.

Muito bem, se por algum motivo você notar algum dos sintomas listados acima, deverá tomar um cuidado redobrado para não transmitir a doença. A seguir vamos te dar algumas dicas para evitar a transmissão do novo Coronavírus, ok?

O que devo fazer para não transmitir?

A transmissão do novo Coronavírus pode ser feita das seguintes maneiras:

  • por gotículas de saliva contaminadas pelo vírus, na tosse, espirro, catarro e fala;
  • pelo contato físico, como beijo, aperto de mãos e abraço;
  • pelo contato com superfícies não higienizadas, como celulares, maçanetas, corrimãos, teclas, apoios de transportes públicos;
  • pelo compartilhamento de objetos, como copos, talheres, toalhas de rosto etc;
  • pelo consumo de animais silvestres.

Para jovens e adultos saudáveis, o novo Coronavírus não é uma ameaça tão forte, mas, infelizmente, para o grupo de risco sim. Portanto, é importante tomar todos os cuidados necessários para não transmitir àqueles que pertencem a esses grupos.

Abaixo vamos te mostrar quais são os grupos de risco. Confira!

Quais são os grupos de risco?

De acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde) e o Ministério da Saúde, existem grupos de risco, ou seja, pessoas consideradas mais vulneráveis e que se contraírem o novo Coronavírus tem uma maior chance de apresentarem um quadro crítico da doença, são elas:

  • Idosos;
  • Diabéticos;
  • Hipertensos;
  • Pessoas com insuficiência renal;
  • Pessoas com doença respiratória crônica.

Idosos com mais de 80 anos que apresentam alguma das doenças citadas acima tem ainda mais chances de apresentarem um caso mais grave da doença. Portanto, é nosso dever evitar o contágio e a transmissão às pessoas que fazem parte dos grupos de risco. 

Quais são as descobertas até o momento sobre o novo Coronavírus?

Muitos estudos e pesquisas estão sendo feitos para conseguir controlar o novo Coronavírus. Veja algumas descobertas:

1. Em relação à transmissão

Os cientistas informaram que cada indivíduo infectado pode transmitir o vírus para uma média que fica entre 1,4 e 2,5 pessoas. 

Isso indica que o novo Coronavírus é autossustentável, ou seja, ele não será extinto por si só. Portanto, a medida de quarenta pode retardar a propagação.

Os cientistas ainda indicam que os pacientes podem transmitir o vírus mesmo antes de apresentar os sintomas.

2. Em relação ao contágio

Cientistas descobriram que o período de incubação intervalo de tempo entre o contágio e o início dos sintomas pode variar de um a quatorze dias.

3. Em relação à rapidez com que se alastra

Pesquisadores da Universidade de Lancaster, no Reino Unido, estimaram que há 11 mil casos da doença. O que é um evidência do rápido crescimento do número de pessoas infectadas.

4. Em relação à contenção

Por enquanto, o que se sabe é que o vírus não irá retroceder por conta própria. Então, o ideal é impedir que indivíduos contaminados tenham contado com outras pessoas.

No entanto, hospitais, inclusive nosso Sistema Único de Saúde SUS — tem se debruçado em pesquisas e procurado por uma alternativa em busca de uma contenção mais rápida. 

5. Em relação à taxa de mortalidade 

Já se tem conhecimento, a partir de uma pesquisa feita com 44 mil pacientes, que 80% das pessoas acometidas pelo novo Coronavírus apresentam um quadro leve da doença. As pessoas que mais sofrem com o Covid-2019 são aquelas com idade superior aos 80 anos de idade, além de pessoas que possuem outras doenças, como as cardiovasculares.

Portanto, nada de pânico, ok? Existem vários cientistas e médicos competentes trabalhando para a contenção do novo Coronavírus e assim como outras pandemias, essa também vai passar.

Como o coronavírus pode ser cobrado no Enem e demais vestibulares?

O novo Coronavírus é um tema que pode ser cobrado em áreas como a Biologia, atualidades e mesmo na redação Enem ou em demais vestibulares. Isso porque ele trouxe algumas questões à tona. 

Banner para a planilha gratuita de plano de estudos para o Enem com link para: https://conteudo.imaginie.com.br/plano-estudos-para-enem?utm_source=blog-post&utm_medium=banner&utm_campaign=material-rico

Veja algumas das possíveis maneiras que esse assunto pode cair em suas provas de acesso ao Ensino Superior.

  • Questões a respeito do que é um vírus: – as provas poderão cobrar questões a respeito da estrutura básica de um vírus, como eles se reproduzem, de que maneira são disseminados etc.;
  • Questões relacionadas à epidemia: – os Exames poderão também cobrar de você as principais diferenças sobre epidemia, pandemia e surto. No início do mês de março, a OMS classificou o novo Coronavírus como uma pandemia, após o rápido crescimento de pessoas infectadas na Itália;
  • Questões relacionadas à prevenção de doenças: – o Enem e demais vestibulares poderão também cobrar o conhecimento que você tem a respeito do contágio e prevenção de doenças virais.

O Enem pode ser cancelado por causa do Coronavírus?

Até o momento não há uma nota oficial sobre o cancelamento do Enem em decorrência do novo Coronavírus. 

O que se sabe é que na China, onde o vírus surgiu, ao parece, o rápido contágio está sendo retardado com as medidas de quarentena. 

Portanto, o que você deve fazer é tomar todas as medidas para se prevenir e eventualmente não transmitir o novo Coronavírus às pessoas pertencentes ao grupo de risco e continuar se preparando para o Enem e demais vestibulares, que até o momento não sofreram alterações. 

Está mais tranquilo para combater o coronavírus e saber tudo sobre o assunto para mandar bem no Enem e em outros vestibulares? Se você quer saber mais sobre esse assunto tão atual e importante e sobre outras atualidades ouça o podcast Dá Ideia!, eles são realmente válidos e você consegue ouví-los em momentos oportunos, como no trânsito, o que otimiza, e muito o seu tempo de estudo!

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

13 − 12 =

Posts relacionados

[Ebook]

7 dicas para dar um gás nos estudos e aprender mais rápido

Está se preparando para o Enem e demais vestibulares e quer saber como aprender mais rápido? Então este ebook foi feito para você. Nele você encontra 7 dicas quentes para dar um gás nos estudos!

[Ebook]

Melhorando o seu Repertório Sociocultural

Quer melhorar o seu repertório sociocultural, mas não tem ideia de como fazer isso? Então este ebook foi feito para você! Nele você vai encontrar várias fontes para enriquecer sua redação!

Estrutura da redação: saiba as características dos principais gêneros textuais

Não sabe como é a estrutura da redação de um texto dissertativo-argumentativo ou de uma carta? Então este mapa mental foi feito para você!

Imaginie para todos: democratizando o ensino de redação no Brasil

Se você é um aluno de escola pública, agora pode estudar para o Enem de graça com a Imaginie. Conheça melhor o projeto Imaginie para todos!

Calendário do vestibular 2021: Confira as datas dos principais processos

Ficou confuso na hora de pesquisar sobre os vestibulares que quer fazer? Teve dificuldade para encontrar as informações? Achou tudo muito desorganizado? Então este calendário é para você!

[Infográfico gratuito]

O que cai
em cada disciplina do Enem?

Você está perdidinho sobre o que estudar para o Enem? Saiba quais são as matérias mais cobradas em cada disciplina neste infográfico gratuito que preparamos para você!

Mapa mental grátis

Decorar as regras de acentuação gráfica não é uma tarefa fácil, certo? Mas ela se torna um pouco mais simples com um mapa mental!

Plano de estudos para o Enem 2020

Quer um guia para se preparar para o Enem 2020? Baixe o nosso plano de estudos gratuitamente aqui!

Mapa mental grátis

Decorar as regras de acentuação gráfica não é uma tarefa fácil, certo? Mas ela se torna um pouco mais simples com um mapa mental!

Folha de redação guiada: produza um texto nota 1000!

Criamos esse modelo de redação guiada com dicas para você acertar na hora de fazer a sua própria produção textual para o Enem 2020!

Como ter uma rotina de estudos produtiva?

Aprenda técnicas para aprender mais em menos tempo!

Faça seu cadastro para receber nossa Newsletter