Demais ou de mais: fotografia de uma moça com expressão de dúvida olhando para um notebook.

Devo usar demais ou de mais?

Roberta Firmino Dicas de Português

É muito comum que a gente tenha dúvidas quanto ao uso de algumas palavras parecidas. Inclusive, nós já falamos sobre várias delas aqui no blog, como é o caso de: têm e tem, uso dos porquês, acerca de e há cerca de, dentre diversas outras.  

Porém, é importante que a gente saiba exatamente seus contextos de uso para não cometermos deslizes e, consequentemente, sermos penalizados em uma redação, por exemplo.

Por isso, hoje vamos falar sobre mais um caso que é motivo de dúvida para muitas pessoas: demais ou de mais. Está a fim de saber quando usar cada um dos termos? Então é só continuar a leitura do artigo!

Demais ou de mais: qual a diferença?

Apesar de serem parecidas, demais e de mais expressam diferentes sentidos. Enquanto “demais” pode ser um advérbio relacionado à intensidade ou um pronome indefinido, “de mais” é uma locução adverbial que passa a ideia de quantidade.

Mas, para você entender melhor, vamos nos aprofundar em seus significados?

Demais: quando usar?

Como você já pôde ver, o termo “demais” expressa intensidade. Por isso, essa palavra pode modificar verbos, adjetivos ou outros advérbios. Ela significa excesso, exagero. Confira alguns exemplos de sua aplicação:

  • Aqui tem gente demais, portanto, acho melhor irmos embora.
  • Você assume tarefas demais, por isso não consegue concluí-las.
  • Não é tarde demais para tentar, afinal, as inscrições ainda estão abertas.
  • O garoto fala demais!

Porém, “demais” também pode atuar como um pronome indefinido quando é introduzido por um artigo. Nesse caso, ele pode funcionar ou não como sujeito da oração. Veja:

  • Alguns meninos foram para casa. Os demais voltaram para a escola.
  • Os alimentos perecíveis devem ser armazenados na geladeira e os demais no armário.
  • Os formandos e demais convidados dançaram a noite toda!

De mais: quando usar?

E quando vamos falar de quantidade, é demais ou de mais? 

Bom, agora ficou fácil, né? Como você viu, “de mais” está relacionado à quantidade e, geralmente, ele acompanha substantivo.

Aqui vai uma dica importante: “de mais” pode ser substituído pela locução “a mais” e é o contrário de “de menos”. Usamos, por exemplo, na expressão “não é nada de mais”. Veja outros exemplos:

  • Não foi nada de mais, portanto, não precisavam ter criado tanto drama.
  • Eles colocaram arroz de mais e legumes de menos.

Porém, há situações em que “de mais” é apenas uma expressão composta pela preposição “de” e o pronome “mais”. Confira:

  • Preciso me livrar de mais gastos.
  • Estou precisando de mais sapatos novos.
  • Estamos precisando de mais criatividade nesta nova campanha.

Ademais: devo usar?

Existe, ainda, a palavra “ademais”. Trata-se de um advérbio usado para acrescentar novas informações. “Ademais” é sinônimo de “além disso” e “além do mais”. Veja os exemplos:

  • Está tarde! Ademais, estou com frio.
  • A leitura é necessária para melhorar o seu vocabulário. Ademais, é o que te levará a novos aprendizados!

E aí, aprendeu quando usar demais ou de mais? Esperamos ter te ajudado a entender como usar cada um desses termos. E queremos continuar te auxiliando nessa jornada de aprendizado! Então, que tal se cadastrar gratuitamente na Comunidade Imaginie? Você receberá conteúdos importantes sobre português e redação diretamente em seu email!

Banner de divulgação da Comunidade Imaginie com link para: https://conteudo.imaginie.com.br/comunidade-imaginie-enem-vestibular-redacao?utm_source=blog&utm_medium=post-ademais-ou-a-demais&utm_campaign=material-rico&utm_content=banner

 

Vamos debater sobre?