Dica de Português: Utilização da crase

Roberta Rinaldi Dicas de português

CRASE

A crase é a junção da preposição a com o artigo feminino a/as. Ela é indicada pelo acento grave: à.  

 Para saber se há crase, observe se:

  • o termo regente (palavra da esquerda) exige a preposição a;
  • o termo regido (palavra da direita) é palavra feminina, ou seja, que admite o artigo a.

É imprescindível que você estude a regência dos verbos, pois é ela quem indicará se há ou não ocorrência de crase em grande parte dos casos. Veja os exemplos abaixo:

Ela deve [retornar a] [a escola] hoje. = Ela deve retornar à escola hoje.

Quem retorna, retorna a algum lugar (pede preposição).

O termo escola é palavra feminina, logo, admite o artigo a. Por isso, usa-se a crase.

Na nossa lua-de-mel, queríamos conhecer a Holanda.

Quem conhece, conhece alguma coisa/algum lugar, portanto, não exige preposição.

DICA PARA NÃO ERRAR:

  • Experimente trocar a palavra feminina por uma masculina equivalente:
  • Se, antes da palavra masculina, aparecer ao, coloque crase antes da feminina.
  • Se, antes da palavra masculina, aparecer somente a ou o, não coloque crase.

Ela deve retornar ao clube hoje.

Ela deve retornar à fazenda hoje.

Na festa de hoje, quero conhecer o Cláudio.

Na festa de hoje, quero conhecer a Mariana.

  • Para saber se você vai à ou a algum lugar, descubra se daquele mesmo lugar você “volta da” ou “volta de”. Entenda:

“Vou a São Paulo” não admite crase, pois “Volto de São Paulo.”

“Vou à Bahia.” admite crase, pois Volto da Bahia.”

QUANDO NUNCA USAR CRASE?

  • Antes de palavras masculinas (já que elas não admitem o artigo a) ou verbos: “Estava decidido a passear a pé.”
  • Antes de pronomes em geral, inclusive os de tratamento (mas com exceção de dona, senhora e senhorita): “Sou fiel a ela, por isso não revelarei à senhora o que aconteceu.”
  • Com a (singular) + palavra no plural: “O importante é não ceder a propostas indevidas.”
  • Palavras repetidas: “Você não vai errar se seguir tudo passo a passo.”
  • Antes da palavra terra com sentido oposto ao de mar/água: “Depois de longos meses em alto mar, finalmente estava de volta a terra.” Atenção: quando a palavra terra tiver sentido de “planeta” ou “lugar de origem”, admite-se a crase. Ex.: “O astronauta irá retornar à Terra em 2019.”
  • Antes da palavra casa quando não há nada que a especifique: “Com o tempo, percebi que precisava voltar a casa.Atenção: quando a palavra casa vier acompanhada de algo que a especifique, por exemplo, o dono ou uma característica, admite-se a crase. Ex.: “Não deveria ter voltado à casa do meu ex-marido.” “Não vá à casa abandonada, é perigoso.”

A CRASE É OBRIGATÓRIA QUANDO:

  • Precede locuções adverbiais de tempo, modo e lugar: “Às quatro horas, saiu de casa às pressas e retornou à clínica, para que a esposa não ficasse sozinha.”
  • Precede locuções prepositivas [à + palavra feminina + de]: “Estava à procura de um emprego.”
  • Precede as locuções conjuntivas à medida que e à proporção que: “À medida que o tempo passa, mais experiente ela fica.”
  • Quando o demonstrativo a aparecer seguido de que ou de, e for equivalente a “aquela(s)”: “Esta TV é igual à que comprei.”

Observe que, se o substantivo fosse masculino, por exemplo, “rádio”, apareceria “ao” = “Este rádio é igual ao que comprei.”.

  • Quando tiver preposição a + pronome demonstrativo “aquele, aquela, aquilo”: “O professor se referiu àquele senhor com muito respeito.”
  • Com o pronome relativo a qual/as quais, caso, ao substituir por um substantivo masculino, apareça “ao qual/aos quais”: Esta é a aluna à qual me referi no discurso de formatura. [Este é o aluno ao qual me referi no discurso de formatura].

A CRASE É OPCIONAL QUANDO:

  • Precede pronomes possessivos femininos: “Ele agradeceu a/à minha mãe.”
  • Precede nomes de mulheres: “Ele prometeu que iria obedecer a/à
  • Vier depois da palavra até: “Ela disse que iria até a/à

Assista também o vídeo das regras gerais de crase:

Bons estudos! 😉

VEJA MAIS DICAS DE PORTUGUÊS

 

Vamos debater sobre?