Preposições com a palavra PRINCÍPIO

Roberta Rinaldi Dicas de português

A princípio, em princípio e por princípio. Três diferentes preposições com a mesma palavra e sentidos também diferentes quanto ao uso! Complicado? Acredite, a resposta é não! Por isso, elaboramos este post para que você entenda com detalhes quando aplicar cada uma delas de acordo com a ideia que você quer passar, para que não erre e, consequentemente, seja penalizado em norma culta. Confira:

  • A PRINCÍPIO

Com a preposição “a”, a expressão assume valor de “no início”, “primeiramente”, “inicialmente”, “no primeiro momento” ou “antes de mais nada”. Exemplos:

Além disso, a princípio ninguém percebeu que ela estava acordada.

Não ficou claro, a princípio, que eles viriam para o jantar.

A princípio quero deixar claro que a festa foi ótima

  • EM PRINCÍPIO

Com a preposição “em”, a expressão assume valor de “em tese”, “teoricamente”, “de modo geral”. Exemplos:

Em princípio, até que se prove o contrário, são todos inocentes.

Devo concordar, afinal, em princípio, você está certo.

Todos temos, em princípio, direitos como a liberdade de expressão.

  • POR PRINCÍPIO

Já com a preposição “por”, a expressão assume valor de “convicção”, “lema”, “concepção”. Exemplos:

Por princípios, meu voto é contra a decisão.

Não irei me envolver, pois, por princípio, prefiro não opinar.

Por princípio, ela saiu do Conselho.

VEJA TAMBÉM: DIFERENÇA ENTRE AFIM E A FIM

Estude mais dicas de português como essa clicando AQUI. E não se esqueça de compartilhar conosco suas dúvidas, afinal, queremos prepara você para se dar bem em norma culta!

Até a próxima e bons estudos 😉

Vamos debater sobre?