#DesafioVem1000: A persistência do racismo na sociedade brasileira [Redação pronta]

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

O exemplo de redação do #DesafioVem1000 de hoje é sobre “A persistência do racismo na sociedade brasileira”.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Hoje é terça-feira e temos mais um tema do desafio #Vem1000 para você!🎉 ⠀ E o tema de hoje é: A persistência do racismo na sociedade brasileira. ⠀ No Brasil, segundo a PNAD (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios) de 2018, 46,5% dos brasileiros se autodeclaram pardos e 9,3% se autodeclaram negros. A população negra é maioria, mas ainda assim sofrem diariamente com o racismo no país.🧑🏾‍ ⠀ “Foram anos de escravidão, muitas lutas por liberdade e ainda hoje a população negra sofre com o preconceito e a falta de respeito por suas tradições” alerta Marina Duarte de Souza, jornalista e produtora cultural. A representação do negro na mídia é mínima, e quando acontece é estereotipada, sendo alvo de piada e desrespeito. ⠀ O que você acha sobre esse assunto? Conta pra gente aqui nos comentários.👇 ⠀ Se quiser receber a correção do seu texto com feedback completo e nota por competência, é só acessar o link na bio e fazer parte da Imaginie. 😉 ⠀ #enem #redação #redaçãoenem #enem2020 #desafiovem1000 #dicaderedação #dicadeestudo #preconceitoe #temaderedação #racismo

Uma publicação compartilhada por Imaginie (@imaginieedu) em


Ah, inclusive, em seu repertório sociocultural o autor trouxe um exemplo bastante atual de série para estudar. Continue a leitura para analisar a redação comentada!

Exemplo de redação sobre o tema: A persistência do racismo na sociedade brasileira

“Olhos que condenam” é uma premiada produção cinematográfica sobre a injusta prisão de cinco adolescentes negros, por pressão popular, revelando os abusos e o sectarismo racial ainda existentes. De semelhante modo, as práticas racistas persistem na sociedade contemporânea, sobretudo na brasileira, produto de sua construção histórico-social escravocata. Tal como posto, o racismo perfaz um problema grave, perverso, a[1] medida em que provoca desigualdade, exclusão e violência.[2]

É importante salientar, a princípio, que as práticas discriminatórias no país existem, a despeito das correntes negacionistas atuais. Dessa maneira, uma classe se sobrepõe à outra, para isso se utilizando de estruturas de poder, o que Foucault denomina como cadeia de exclusão. É, portanto, um racismo estrutural, institucionalizado, de ações socialmente impostas. Não obstante, é raro ver negros em posições de destaque, desembargadores ou CEOs, por exemplo, e[3] comum vê-los em bolsões de miséria e arrastados pela violência. A pobreza no Brasil tem cor e, inquestionavelmente, as consequências estão a olhos vistos.[4]

Nessa perspectiva, cabe ressaltar,[5] que 78% dos pobres do Brasil e 65% da população carcerária é negra, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, com dados de 2018.[8] Ademais, cargos de menor qualificação e salário são de ocupação predominante dessa população, ainda de acordo com a pesquisa. Nesse sentido, depreende-se que os resquícios da escravidão, em uma perspectiva socioeconômico-cultural, nunca foram superados. Dessa maneira[6], mais trabalho, mais violência e menos dinheiro traduzem uma dívida, que historicamente gera desigualdades, e[7] como tal, necessita ser quitada.

[9] É fundamental, para resolução dessa problemática, que se proponha um projeto nacional, capitaneado pelo Ministério da Educação, que vise o combate ao racismo pela educação e transformação de realidade. Que, por conseguinte, permita a aplicação de conteúdos transdisciplinares em escolas, alcançando crianças, bem como a formação de grupos de discussão em universidades, associações comunitárias e locais públicos, ressignificando cultura e comportamento, para adultos. Evitando-se, dessa forma, a repetição de histórias como as de “Olhos que condenam” e rompendo-se com essa cadeia nociva de exclusão, perversidade e violência.[10]


Comentários sobre a correção da redação

Veja os comentários do corretor sobre a redação.

Competência I: demonstrar domínio da norma culta

  • [1] Insira a crase (à).
  • [3] Cuidado com a acentuação das palavras! Esta palavra requer acento.
  • [5] A vírgula não é necessária.

Competência II: compreender a proposta

  • [2] Seu parágrafo introdutório explana o recorte temático, mostrando que compreendeu a proposta.
  • [7] Insira uma vírgula.

Competência III: selecionar e relacionar argumentos

  • [4] Esse argumento ficou muito bem relacionado à temática, parabéns!
  • [8] Parabéns por apresentar dados que denotam credibilidade ao argumento apresentado.

Competência IV: conhecer os mecanismos linguísticos para a construção da argumentação

  • [6] Você já usou esse conectivo no texto antes, evite isso, ok? Imprima uma tabela de conectivos e deixe-a ao lado durante a confecção dos textos, assim aumentará seu repertório.
  • [9] Você deve utilizar um conectivo para indicar conclusão.

Competência V: elaborar a proposta de intervenção para o problema

  • [10] Você elabora solução para os problemas apresentados na argumentação e demonstra que compreende quais são os elementos necessários para elaborar uma proposta de intervenção completa. Parabéns!

Comentário final

Olá. Muito bom, mas sempre faça uma releitura para evitar desvios de norma, e repetição de conectivo.

Nota: 920

Já produziu o seu texto sobre “A persistência do racismo na sociedade brasileira”? Ainda não? Então aproveite para escrever e enviar para a correção da Imaginie!

Banner para cadastro na plataforma da Imaginie, direcionando para o link: https://app.imaginie.com/accounts/login/?utm_source=blog&utm_medium=post&utm_campaign=cadastro-na-plataforma&utm_content=banner

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

Posts relacionados

[Ebook]

7 dicas para dar um gás nos estudos e aprender mais rápido

Está se preparando para o Enem e demais vestibulares e quer saber como aprender mais rápido? Então este ebook foi feito para você. Nele você encontra 7 dicas quentes para dar um gás nos estudos!

[Ebook]

Melhorando o seu Repertório Sociocultural

Quer melhorar o seu repertório sociocultural, mas não tem ideia de como fazer isso? Então este ebook foi feito para você! Nele você vai encontrar várias fontes para enriquecer sua redação!

Estrutura da redação: saiba as características dos principais gêneros textuais

Não sabe como é a estrutura da redação de um texto dissertativo-argumentativo ou de uma carta? Então este mapa mental foi feito para você!

Imaginie para todos: democratizando o ensino de redação no Brasil

Se você é um aluno de escola pública, agora pode estudar para o Enem de graça com a Imaginie. Conheça melhor o projeto Imaginie para todos!

Calendário do vestibular 2021: Confira as datas dos principais processos

Ficou confuso na hora de pesquisar sobre os vestibulares que quer fazer? Teve dificuldade para encontrar as informações? Achou tudo muito desorganizado? Então este calendário é para você!

[Infográfico gratuito]

O que cai
em cada disciplina do Enem?

Você está perdidinho sobre o que estudar para o Enem? Saiba quais são as matérias mais cobradas em cada disciplina neste infográfico gratuito que preparamos para você!

Mapa mental grátis

Decorar as regras de acentuação gráfica não é uma tarefa fácil, certo? Mas ela se torna um pouco mais simples com um mapa mental!

Plano de estudos para o Enem 2020

Quer um guia para se preparar para o Enem 2020? Baixe o nosso plano de estudos gratuitamente aqui!

Mapa mental grátis

Decorar as regras de acentuação gráfica não é uma tarefa fácil, certo? Mas ela se torna um pouco mais simples com um mapa mental!

Folha de redação guiada: produza um texto nota 1000!

Criamos esse modelo de redação guiada com dicas para você acertar na hora de fazer a sua própria produção textual para o Enem 2020!

Como ter uma rotina de estudos produtiva?

Aprenda técnicas para aprender mais em menos tempo!

Faça seu cadastro para receber nossa Newsletter