Como estudar para o Enem - imagem de uma mão segurando uma caneta sobre uma agenda com diversas anotações de um cronograma.

18 dicas sobre como estudar para o Enem

Roberta Firmino Dicas de Redação

O Enem vai se aproximando e um sentimento muito comum, até mesmo entre os vestibulandos mais preparados, é a ansiedade por ainda ter muito para estudar.

Como fixar tantas informações até a data da prova? Como aproveitar o tempo da melhor forma? Será que estou focando nas questões certas? Será que estou dedicando tempo suficiente? Enfim, como estudar para o Enem?

Nós sabemos que as rotinas de estudo acabam tomando um aspecto cada vez mais puxado quando o Exame está chegando.

Afinal, analisar o aprendizado do aluno que acaba de se formar no ensino médio não é a única função da prova. O Enem também possui um grande peso no futuro dos candidatos, já que se trata de uma ferramenta para conseguir uma vaga em universidade pública ou até mesmo uma bolsa de estudos.

Quem já está nesse mundo dos vestibulandos há um tempo sabe que alguns cursos universitários, assim como algumas universidades mais disputadas, sempre possuem nota de corte bastante alta.

Isso aumenta ainda mais a pressão, tanto da família, quanto pessoal, por uma nota que possibilite a entrada no curso desejado.

Nesse caso, não adianta recorrer a truques ou à sorte. Estudar será sempre a solução! Mas não adianta “enfiar a cara nos livros” sem parâmetros e rumos.

E você, está perdido ou precisa melhorar nesse quesito? Confira algumas dicas e hábitos que tornarão sua rotina de estudos muito mais efetiva!

Como preparar uma rotina de estudos eficiente?

Saber preparar uma rotina de estudos eficiente é fundamental para que o seu estudo realmente gere um resultado positivo.

Afinal, estudar de maneira desorganizada não apenas é ineficaz como também pode ser prejudicial para o aprendizado. Por isso, se você está querendo saber como estudar para o Enem e alcançar o sucesso, siga as nossas dicas para criar uma rotina mais eficaz e produtiva!

1. Compre uma agenda

O primeiro passo organizacional para melhorar seus estudos é ter uma agenda. Nela, você irá preparar um cronograma de estudos, contendo horários e matérias às quais precisa se dedicar.

GIF de uma mão preenchendo um bullet journal, que pode ser utilizado como agenda para quem quer saber como estudar para o Enem. A mão está escrevendo em uma das páginas: “Conquer this year”.

Nesse caso, a melhor opção é uma agenda tradicional e não um programa de computador ou aplicativo de celular. E há um motivo para isso: a distração. A agenda te mantém offline, permitindo que seu aproveitamento do tempo e, consequentemente, dos estudos, seja maior.

2. Desligue a internet e o celular

A nossa segunda dica sobre como estudar para o Enem tem relação com a primeira: desligar-se da rede.

Apesar de ser uma fonte inesgotável de informação e conhecimento, a internet também proporciona o contato com o maior vilão dos estudos: a procrastinação. Ao cortar um canal de distração dos seus momentos de estudo, você automaticamente elimina um grande motivo para procrastinar e utiliza o seu tempo de forma muito mais produtiva.

Por isso, mantenha o celular longe e guarde o roteador para não ficar tentado a pesquisar algo online. Se for preciso, imprima o material no dia anterior. Porém, durante seu horário de estudos, fique desconectado.

3. Esquematize seu estudo

De maneira prática, uma vez que você está completamente desconectado da internet, chegou a hora de definir o que e como estudar para o Enem. Esse procedimento se chama esquematização.

Para isso, pegue a agenda que você comprou, separe os horários em que irá se dedicar aos estudos e divida-os por hora.

Divida o objetivo de cada dia em tópicos de aprendizado e estude um mesmo assunto por no máximo duas horas. Caso você não consiga cobrir todo o tema nesse tempo, retome o assunto no próximo dia definido para o estudo da matéria.

4. Descanse a mente

William Douglas, escritor do livro “Como passar em concursos e provas” e uma das maiores referências em estudo esquematizado, explica que tudo em excesso pode prejudicar seus resultados.

Após algumas horas de estudos, descanse a mente, deite, relaxe e dê tempo para seu cérebro absorver a informação antes de retornar ao estudo.

Se você se dedicar a ele por horas e mais horas sem descanso, poderá sobrecarregar seu cérebro. Assim, é possível até mesmo que tudo o que aprendeu seja esquecido.

5. Não se esqueça de comer

Para muitos estudantes que estão se preparando para o Enem, a rotina de estudos é tão intensa que eles se esquecem até mesmo de comer. Mas preste atenção a esta informação: estudar é um exercício e cada hora de estudo intenso pode queimar tantas calorias quanto uma caminhada com a mesma duração.

Gif de dois cachorros correndo juntos em uma esteira de academia

Tendo isso em mente, é preciso se lembrar que o cérebro precisa de energia para funcionar, pois ele está queimando energia em um ritmo acelerado. A ausência de uma boa alimentação pode proporcionar queda glicêmica, o que irá causar lentidão de pensamentos e compreensão, além de diminuir o aproveitamento do estudo.

6. Não coma Junk food, a famosa “porcaria”

Você pode pensar que repõe sua energia ao comer qualquer coisa, sem se preocupar com a qualidade do alimento. Porém, é necessário ter em mente que ao ingerir calorias pobres, você estará dando energia pobre ao seu cérebro.

Fuja dos salgadinhos e dos biscoitos (ou é bolacha aí? :p). Se alimente de forma saudável, fornecendo ao seu cérebro não apenas a energia calórica, mas as vitaminas que ele precisa para absorver a informação de maneira eficaz. Além disso, tenha horários certos para as refeições e respeite-os.

7. Estude mais do que uma matéria

É comum focarmos apenas na matéria que temos maior dificuldade ou na que julgamos mais difícil. Porém, é necessário dividir seu tempo de maneira igual para todas as disciplinas de estudo. Assim, você não acaba deixando uma de lado e se prejudicando.

8. Exercite o corpo e a mente

Alguns exercícios ou atividades são conhecidos por ativarem áreas do cérebro que aumentam a compreensão da matéria estudada. Algumas das atividades, tanto físicas quanto mentais, que aumentam o desempenho na hora do estudo são:

  • caminhada: libera endorfina sobre o cérebro, melhorando assim o raciocínio;
  • yoga: além de também liberar a endorfina, ainda combate a ansiedade e ajuda a ativar os dois hemisférios do cérebro;
  • meditação: essa técnica tem mostrado diversos efeitos positivos comprovados cientificamente para seus praticantes. A partir de 15 minutos de meditação profunda, ambos os hemisférios do cérebro são ativados, o que combate a ansiedade e nervosismo.

9. Utilize um sistema de cores

Uma boa dica sobre como estudar para o Enem é usar um sistema de cores. Assim, você consegue dar indicações para os seus olhos analisarem primeiramente as informações principais e depois as explicações.

Além disso, um sistema de cores ativa a sua memória visual e pode te ajudar a alcançar melhores resultados nos estudos.

Para isso, utilize lápis de cor para colorir as informações do estudo de acordo com o grau de dificuldade e compreensão de cada uma.

10. Abuse dos post-its e marcadores

Está precisando dar destaque a alguma informação no seu caderno ou até mesmo fazer observações durante os estudos? Então, já deixe os lembretes autoadesivos e os seus pincéis marcadores ao lado da mesa!

Pode ter certeza que você precisará contar com esses recursos para marcar as informações mais importantes ou deixar suas anotações mais simples e rápidas de encontrar.

11. Respeite sua rotina

Quando falamos de como estudar para o Enem, a repetição é uma excelente ferramenta. Essa é uma forma de você trabalhar e adaptar não apenas a sua mente, mas também o seu corpo para a rotina de estudos que terá durante um bom período de tempo.

Então, a dica aqui é: não fuja da rotina. Tenha a mente focada e não se desvie do seu plano de estudos.

12. Reserve um horário para estudar e praticar redação

Que a redação tem uma grande importância para a sua nota do Enem não é novidade, não é mesmo?

E fazer uma boa redação não se trata de apenas sair escrevendo. Pelo contrário: é necessário muito estudo, preparo e treino. Por isso, não se esqueça dessa etapa tão importante do Enem!

Você pode, por exemplo, procurar por alguma ferramenta que te ajude a entender quais são os seus pontos positivos e o que precisa melhorar na redação. Atualmente, existem plataformas que estipulam temas e corrigem a sua redação de acordo com as competências avaliadas no Enem. Você ainda encontrará comentários sobre o que deve melhorar, dentre outros benefícios.

Banner de divulgação do ebook gratuito “10 passos para escrever uma redação nota mil” para quem quer saber como estudar para o Enem. O banner direciona para o link de cadastro a seguir: https://conteudo.imaginie.com.br/ebook-10-passos- para-nota-1000]

13. Evite lugares barulhentos

Barulho costuma ser uma grande fonte de distração. Por isso, estudar em locais silenciosos, como bibliotecas, salas de estudo ou até mesmo o seu quarto, é uma excelente estratégia para melhorar a sua concentração e, consequentemente, a eficiência dos seus estudos.

14. Leia sempre

Essa dica você provavelmente já ouviu por aí. E, se já está estudando para o Enem, provavelmente ela já está presente em sua rotina diária. Mas não custa reforçar sua importância, certo?

A melhor forma de absorver o idioma é através da leitura. Ler amplia o vocabulário e o conhecimento da ortografia, além de melhorar a interpretação de texto. Por isso, não deixe de organizar um espaço para os livros em sua agenda!

15. Aposte em grupos

Algumas vezes, grupos de estudos podem ser a melhor opção para você conseguir vencer um obstáculo. Afinal, nesses espaços você consegue trocar conhecimentos e aprendizados.

Vamos supor que você está com dificuldades em determinada matéria. Você pode encontrar alguém que domine o assunto e o contrário também pode acontecer!

E não apenas isso. Além de conhecimento, em um grupo você pode trocar dicas de estudos e muito mais. Então, aproveite esses espaços para se desenvolver!


16. Conheça seu cérebro

Nenhum ser humano é igual ao outro, trata-se de uma premissa básica. Por isso, conhecer a si mesmo é a melhor estratégia para começar a estudar.

Algumas pessoas possuem um sistema de aprendizado auditivo, ou seja, aprendem ouvindo. Já outras aprendem ao transcrever e escrever, enquanto existem estudantes que absorvem conhecimento apenas pela leitura.

17. Fichamento

Agora vamos falar sobre algumas técnicas para facilitar o seu estudo e a fixação de conteúdos, principalmente quando se trata de assuntos mais densos: o fichamento, o resumo e a resenha.

Confira:

  • o fichamento é uma técnica de estudo que consiste em resumir um capítulo ou assunto de maneira tópica, em aproximadamente 30 linhas;
  • por outro lado, o resumo é a síntese de uma matéria, compactada, sem perder sua essência e sem perder sua lógica. Resumir assuntos e matérias auxilia na compreensão do que você deseja aprender;
  • outra técnica de estudos que auxilia na fixação é a resenha. Resenhar muitas vezes se confunde com resumir, mas trata-se de descrever, expondo sua opinião e impressão sobre o assunto.

18. Evite cobranças em excesso

O excesso de cobranças, tanto pessoais quanto aquelas que partem de outras pessoas, acabam nos influenciando negativamente.

Evite esse tipo de cobrança, pois ela apenas aumenta a ansiedade, diminuindo a capacidade de absorção das informações.

Vamos começar?

E aí, preparado para começar sua rotina de estudos? Agora você já tem as informações que necessita em mãos para absorver o conteúdo que precisa e alcançar ótimos resultados em seus exames!

Então, já que você já sabe como estudar para o Enem, aproveite o nosso modelo de folha de redação gratuito para começar a colocar a sua rotina em prática!

Banner de divulgação do modelo de redação guiada para quem quer saber como estudar para o Enem. O banner direciona para o link de cadastro a seguir: https://conteudo.imaginie.com.br/folha-de-redacao-guiada

Vamos debater sobre?

Rua Bernardo Guimarães, 2129 - Lourdes, Belo Horizonte - MG, 30140-087. Telefone: (31) 3517-1717

Copyright © 2015 Imaginie | Made in #SanPedroValley and Utah.