Seus estudos não podem parar. E como incentivo, receba 15% de desconto com o cupom  ESTUDOEMCASA 

Guia da Fuvest 2023: todas as informações para o vestibular da USP

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

As provas da Fuvest compõem um dos maiores vestibulares de todo o país e selecionam futuros estudantes para uma das maiores instituições de ensino superior da América Latina: a Universidade de São Paulo (USP). Se você quer fazer um curso nessa instituição, continue a leitura para descobrir tudo sobre o vestibular!

Índice

O que é Fuvest?
Como funciona a Fuvest?
Quem pode fazer a prova da Fuvest?
Qual o cronograma da Fuvest 2023?
Como se inscrever para a prova da Fuvest?
Como se preparar para a Fuvest?
O que estudar para a prova da Fuvest?
Quais as leituras obrigatórias?
Onde estudar para a Fuvest?
O que levar para a prova da Fuvest?
Como é a prova da Fuvest?
Como funciona a nota da Fuvest?

O que é Fuvest?

A Fundação Universitária para o Vestibular (Fuvest) é uma instituição que aplica as provas para o processo seletivo da USP.

Como a Fundação é amplamente conhecida pela aplicação desse vestibular, a prova da USP é comumente chamada de Fuvest. Portanto, não estranhe se você ouvir por aí que alguém vai fazer o vestibular da Fuvest. Isso significa que essa pessoa vai fazer o vestibular da USP.

A Fuvest é reconhecida por ser uma prova bastante exigente. Os estudantes que desejam prestar esse vestibular devem se preparar ao longo de todo o ano, já que as provas têm algumas especificidades — como a abordagem de algumas leituras obrigatórias.

Fuvest x Enem

O processo seletivo realizado pela Fuvest é diferente do processo realizado pelo Enem. Na Fuvest, o vestibular é dividido em duas fases e a seleção dos alunos não envolve outros sistemas, como o Sisu e o ProUni. Além disso, os modelos de prova divergem muito nesses dois exames.

E tem mais! A grande diferença entre a Fuvest e o Enem são as possibilidades oferecidas para o aluno. Enquanto o Enem oferece a possibilidade de escolher entre várias universidades e cursos nos quais você pode utilizar a nota do Exame, a Fuvest aprova estudantes apenas na USP.

A Fuvest é pública?

Como explicamos, a Fuvest realiza o processo seletivo da USP, que é uma universidade pública mantida pelo Governo de São Paulo, com 10 campi: São Paulo, Bauru, Lorena, Piracicaba, Pirassununga, Ribeirão Preto, Santos e São Carlos. Além de cursos distribuídos entre todas as áreas do conhecimento.

Então, sim, o vestibular da Fuvest possibilita o ingresso em uma universidade pública de ensino superior.


Como funciona a Fuvest?

O vestibular da Fuvest é dividido em duas fases. Porém, a segunda fase só é realizada pelos estudantes que forem pré-selecionados na primeira.

Funciona da seguinte forma: em cada curso e modalidade de concorrência (ampla concorrência e ações afirmativas), são convocados para a segunda fase os candidatos com as melhores classificações. 

O número de candidatos classificados para a segunda fase é correspondente a quatro vezes o número de vagas disponível no curso.

Vamos supor, então, que você deseja fazer o curso de Letras. Para o próximo ano, existem 100 vagas de ampla concorrência, a qual você optou, disponíveis. Isso significa que as 400 pessoas mais bem classificadas na primeira fase serão chamadas.

Porém, é importante ter em mente que, se você alcançar um resultado menor do que 30% de acerto na primeira prova, ou seja, acertar até 26 questões, será eliminado automaticamente do processo seletivo.

Para os cursos de Música, Artes Visuais e Artes Cênicas, ainda há a aplicação de uma prova de habilidades específicas.

Como é calculada a nota da Fuvest?

A nota final da Fuvest leva em consideração as pontuações das provas realizadas em cada fase, além da prova de habilidades específicas, quando é o caso. 

Os candidatos chamados na primeira chamada devem realizar a matrícula presencial para não perderem a vaga. Já os participantes que são classificados, mas não são convocados de imediato, devem ficar atentos para manifestar interesse na lista de espera para as próximas chamadas.

Quem pode fazer a prova da Fuvest?

Para fazer o processo seletivo para a USP, você precisa se encaixar em algum dos seguintes critérios:

  • ter concluído o ensino médio;
  • concluir o ensino médio no ano de realização da inscrição (ou seja, se deseja fazer a Fuvest 2023, você precisa concluir o ensino médio em 2022, por exemplo);
  • ter um diploma de curso superior.

Caso você esteja no 1º ou 2º ano do ensino médio, também dá para fazer as provas para treinar e avaliar os seus conhecimentos. É só fazer a sua inscrição como treineiro.

Qual o cronograma da Fuvest 2022?

Confira as datas da Fuvest 2022:

Etapa

Data

Pedido de isenção ou redução da taxa de inscrição 01/06 a 15/07/2022
Inscrições 15/08 a 23/09/2022
Prova da 1ª fase 04/12/2022
Provas de 2ª fase 08 e 09/01/2023
Divulgação da 1ª chamada 30/01/2023

Como se inscrever para a prova da Fuvest?

As inscrições para a prova da Fuvest são feitas no site da Fundação durante o período designado para isso. Nesse endereço, você encontra todas as indicações necessárias para realizar sua inscrição. 

Você deve preencher alguns dados, como número de CPF e modalidade de concorrência, além de anexar uma foto e responder a um questionário socioeconômico. 

Para efetivar a sua inscrição, é necessário pagar uma taxa, que pode variar a cada ano. Para a Fuvest 2023, a taxa de inscrição é R$191,00. O boleto de pagamento é gerado logo após você preencher todas as informações necessárias para a inscrição. 

Fique atento aos prazos de pagamento!

Quais os critérios de isenção e redução da taxa de inscrição?

Antes de mais nada, você deve saber que a Fuvest oferece três modalidades de benefícios:

  • isenção da taxa de inscrição concedida pelo Conselho Curador da Fuvest;
  • redução de 50% da taxa de inscrição concedida pelo Conselho Curador da Fuvest;
  • redução de 50% da taxa de inscrição conforme a Lei Estadual nº 12.782/2017.

Para solicitar a isenção da taxa de inscrição, você deve ter cursado todas as séries do ensino médio em uma instituição pública – municipal, estadual ou federal. Ou, então, ter concluído o ensino médio pelo Enem ou pela Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja).

Além disso, para solicitar a isenção, você deve corresponder a pelo menos um dos seguintes critérios de renda familiar:

  • é necessário ter renda bruta mensal individual ou familiar por indivíduo de no máximo R$1.818,00.

Agora, para solicitar a redução de 50% da taxa de inscrição pelo Conselho Curador da Fuvest, além cumprir os critérios de conclusão do ensino médio explicados acima, você deve:

  • é necessário comprovar renda bruta mensal ou familiar por indivíduo entre R$1.818,00 e R$3.636,00.

Enfim, para solicitar a redução de 50% da taxa de inscrição nos termos da Lei Estadual nº 12.782/2017, você deve estar matriculado no ensino médio, em curso pré-vestibular ou superior. Além de:

  • ter renda bruta mensal individual ou familiar por indivíduo de no máximo R$2.424,00.

Confira todas as informações sobre esse assunto no regulamento para concessão de isenção ou redução de taxa da Fuvest!

Como solicitar a isenção ou redução da taxa de inscrição?

Para solicitar a isenção ou a redução da taxa de inscrição, você deve acessar o site da Fuvest, selecionar a opção “Fuvest – Vestibular 2023” e, depois, “Pedido de redução/isenção”, no período estabelecido para isso, e preencher o formulário solicitado.

O seu pedido vai passar por uma análise. Mas atenção: mesmo se a sua solicitação for deferida, você deve fazer a sua inscrição.

Como se preparar para a Fuvest?

Como explicamos, as provas da Fuvest são reconhecidas por exigirem bastante dos participantes. Por isso, é importante começar os estudos alguns meses antes do vestibular, pelo menos.

Mas não se preocupe! Se você não está estudando há tanto tempo assim, saiba que existem dicas que podem te ajudar nesse processo. Confira algumas delas a seguir!

1. Estude com as provas anteriores

Refazer as provas anteriores da Fuvest ajuda a entender o formato do vestibular, qual é o seu ritmo para resolução das questões e quais são os assuntos mais recorrentes.

Assim, além de estudar, você vai preparar o seu corpo e a sua mente para o que está por vir. Isso com certeza vai te deixar mais preparado, evitando grandes surpresas.

Portanto, separe um tempinho em seu cronograma de estudos e refaça as provas, ok? Também vale a pena realizar alguns simulados nos moldes da Fuvest para ficar afiado.

2. Leia o Manual do Candidato

O Manual do Candidato contém todas as informações que você precisa saber para antes, durante e depois da Fuvest. Esse documento explica como fazer a sua inscrição e os procedimentos para realizar a matrícula no curso desejado.

No meio desses direcionamentos, você também encontra informações sobre o que é exigido na prova. Assim, você consegue orientar melhor os seus estudos por meio de um cronograma que contém o que você precisa estudar, de fato.

Tenha em mente que o vestibular envolve muito mais do que a prova em si; envolve prazos, processos, documentos etc. E fica muito mais fácil não se perder quando se tem um documento que reúne todas as informações importantes. 

3. Leia os livros da lista obrigatória

A Fuvest exige que os vestibulandos leiam alguns livros divulgados no site da Fundação para a resolução das questões. Muita gente não dá a devida atenção a essa lista e, nos últimos dias, se debruça sobre resumos encontrados na internet para saber minimamente sobre as obras.

É claro que entre não ter nada de informação e saber um pouco sobre o que a obra se trata, ficamos com a segunda opção. Afinal, ler o resumo pode te dar pelo menos um norte sobre como responder às questões.

Porém, a experiência da leitura calma, atenciosa e completa dos livros ajuda a captar alguns detalhes importantíssimos e a questionar as obras. Além de te ajudar a fixar os conhecimentos adquiridos, isso possibilita maior propriedade para discorrer sobre os temas.

Dessa forma, o ideal é que você já separe as obras necessárias assim que a lista é divulgada e divida bem o seu tempo para fazer todas as leituras. Ler é divertido, aumenta o seu repertório sociocultural e ainda te prepara para entrar em uma das maiores universidades da América Latina!

4. Dê atenção à redação

Na segunda fase da Fuvest, todos os estudantes precisam elaborar uma redação. Essa etapa equivale a 50% da nota da primeira prova realizada na segunda fase, que totaliza 100 pontos. Ou seja, a redação vale 50 pontos,

Por isso, é muito importante que você dê a devida atenção para a prova de redação e se prepare para conseguir um bom resultado. 

O que estudar para a prova da Fuvest?

O Manual do Candidato cita, detalhadamente, os conteúdos cobrados por disciplina na prova da Fuvest.  Por isso, na hora de preparar o seu cronograma de estudos, é muito importante que você não deixe de olhar essas informações.

O próprio Manual afirma que os conhecimentos exigidos não se restringem a memorizações de datas, fórmulas e fatos, por exemplo. É importante que o estudante saiba interpretar textos em diferentes linguagens e expressar os seus conhecimentos e opiniões

Isso não quer dizer que você não precisa dominar conceitos importantes e ter em mente fórmulas e outras técnicas que aprendeu ao longo do ensino médio. Mas que, além de saber usar esse conhecimento, você deve relacioná-lo e resolver situações de forma coerente.

O que cai em cada fase da Fuvest?

Na primeira fase da Fuvest, a prova é formada por questões sobre as disciplinas comuns do ensino médio: Português, Matemática, História, Geografia, Física, Biologia, Química e Inglês. A prova também conta com algumas questões interdisciplinares, que exigem conhecimento em mais de uma área.

Já na segunda fase, os alunos são cobrados sobre essas mesmas disciplinas, com mais profundidade nas matérias relacionadas diretamente ao curso escolhido. Nessa fase, as questões são discursivas, então você precisa ter a capacidade de construir uma resposta. 

De acordo com o Manual do Candidato, “a elaboração de estratégias adequadas para encaminhar a resolução, a capacidade de síntese e o uso de linguagem apropriada são habilidades necessárias para o bom desempenho nesta etapa.”.

Quais as leituras obrigatórias?

A Fuvest já divulgou a lista de provas para o vestibular 2023. Confira:

Fuvest 2023

Poemas Escolhidos – Gregório de Matos

Quincas Borba – Machado de Assis

Alguma Poesia – Carlos Drummond de Andrade

Angústia – Graciliano Ramos

Mensagem – Fernando Pessoa

Terra Sonâmbula – Mia Couto

Campo Geral – Guimarães Rosa

Romanceiro da Inconfidência – Cecília Meireles

Nove Noites – Bernardo Carvalho

Onde estudar para a Fuvest?

Existem diversas formas de estudar para a Fuvest. O importante é que você organize os seus estudos e faça um cronograma para ver tudo o que for necessário ao longo do ano.

Se você deseja estudar pela internet, existem diversos sites que oferecem conteúdos para você se preparar. Um exemplo é o blog da Imaginie, onde é possível encontrar artigos que te ajudam a otimizar a sua rotina de estudos, melhorar nas áreas de Português e Matemática e muito mais.

Também existem plataformas online que te ajudam a aprofundar os estudos realizando simulados, exercícios e treinando redação.

O que levar para a prova da Fuvest?

É fundamental que você leve para as provas da Fuvest um documento de identidade. As opções são as seguintes:

  • documentos de identidade expedidos pelas Secretarias de Segurança Pública, Forças Armadas ou Polícia Militar;
  • Carteira Nacional de Habilitação com foto;
  • Carteira de Trabalho e Previdência Social;
  • documentos expedidos por Ordens ou Conselhos Profissionais;
  • Certidão do Registro Administrativo expedida pela Funai (para os candidatos autodeclarados indígenas que não forem registrados civilmente como indígenas);
  • Carteira de Registro Nacional Migratório (CRNM), Carteira de Identidade de Estrangeiro (CIE) ou passaporte válido (para candidatos de nacionalidade estrangeira que conseguem comprovar a condição temporária ou permanente no Brasil);
  • Documento Provisório de Registro Nacional Migratório emitido pela Polícia Federal (para candidatos solicitando refúgio no Brasil).
  • caneta esferográfica de tinta azul;

Você também pode levar lápis, lapiseira, borracha, apontador e régua transparente para serem utilizados no rascunho da prova.

Também é permitido que o candidato leve alimentos leves e água em todos os dias da prova.

Como é a prova da Fuvest?

As provas da Fuvest são divididas em duas fases. Confira como funciona a seguir.

1ª Fase

A primeira fase é realizada em apenas um dia, em um período de 5 horas. São 90 questões objetivas de múltipla escolha, com 5 alternativas cada, sobre:

  • Português;
  • Matemática;
  • História;
  • Geografia;
  • Física;
  • Biologia;
  • Química;
  • Inglês.

2ª Fase

Já a segunda fase da Fuvest é dividida em 2 dias de prova. São duas provas discursivas que devem ser realizadas em 4 horas.

No primeiro dia, a prova é dividida em duas partes e cada uma delas vale 50 pontos, totalizando 100 pontos. 

A primeira parte contém 10 questões de Português, todas com o mesmo valor (5 pontos cada), sobre interpretação de texto, gramática e literatura. A segunda parte é uma prova de redação.

No segundo dia, são 12 questões, com o mesmo valor cada, sobre disciplinas relacionadas ao curso que você escolheu. Você pode verificar quais são elas no Manual do candidato. Nessa prova, podem cair questões de 2 a 4 disciplinas, divididas da seguinte forma:

  • se forem 2 disciplinas, serão 6 questões para cada;
  • se forem 3 disciplinas, serão 4 questões para cada;
  • se forem 4 disciplinas, serão 3 questões para cada.

Prova de habilidades específicas

Em alguns casos, o participante precisa fazer uma prova de habilidades específicas como parte da segunda fase. Isso é necessário para os candidatos que optarem pelos cursos a seguir:

  • Música;
  • Artes Visuais;
  • Artes Cênicas.

A prova de habilidades específicas tem caráter eliminatório e classificatório e pode ser realizado em 1 ou mais dias, de acordo com o curso. Essa prova vale 100 pontos e os candidatos habilitados são os que alcançarem um aproveitamento igual ou maior que 50%.

Como é a prova de redação da Fuvest?

A redação da Fuvest, assim como a do Enem, deve ser dissertativa-argumentativa. Porém, diferente do Exame, o vestibular da USP não costuma exigir uma proposta de intervenção.

De acordo com o Manual do Candidato, é necessário que o participante aponte um ponto de vista sobre o tema e o sustente, organizando seus argumentos de forma coerente, demonstrando seus conhecimentos e opiniões e articulando as partes do texto para que ele seja adequado.

Confira os temas das redações das últimas edições:

  • 2021 – O mundo contemporâneo está fora da ordem?
  • 2020 – O papel da ciência no mundo contemporâneo
  • 2019 – A importância do passado para a compreensão do presente
  • 2018 – Devem existir limites para a arte?

Como funciona a nota da Fuvest?

A nota final dos candidatos da Fuvest leva em consideração não apenas a segunda fase do vestibular, mas a primeira também.

Para isso, a nota da primeira fase é convertida para a base centesimal. Basta fazer o seguinte cálculo:

Nota da 1ª fase = quantidade de acertos x (100/90)

Vamos supor que você acertou 80 das 90 questões da primeira fase. A sua nota nessa etapa será, então, 88,8889. E a sua pontuação final será a soma dessa nota com as notas das provas da segunda fase e, o resultado, dividido por 3.

Fica assim:

Nota final = (N1 + D1 + D2)/3

Nota da 1ª fase: N1

Nota da 1ª prova da 2ª fase: D1

Nota da 2ª prova da 2ª fase: D2

Nota da prova de habilidades específicas: HE

Quando o curso exige a prova de habilidades específicas, o cálculo é feito da seguinte forma:

Nota final = (N1 + D1 + D2 + 2 x HE)/5

E aí, sobrou alguma dúvida sobre a Fuvest? Que tal começar a se preparar para a prova praticando a sua redação? Faça o seu cadastro na plataforma da Imaginie e confira os temas disponíveis para você treinar!

Curso online de redação

Estude com a prof.ª Jana Rabelo e mande bem na redação do Enem, da Fuvest e da Unicamp!

Autor

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

três × 3 =

Posts relacionados

[Ebook]

7 dicas para dar um gás nos estudos e aprender mais rápido

Está se preparando para o Enem e demais vestibulares e quer saber como aprender mais rápido? Então este ebook foi feito para você. Nele você encontra 7 dicas quentes para dar um gás nos estudos!

[Ebook]

Melhorando o seu Repertório Sociocultural

Quer melhorar o seu repertório sociocultural, mas não tem ideia de como fazer isso? Então este ebook foi feito para você! Nele você vai encontrar várias fontes para enriquecer sua redação!

  JÁ COMEÇOU!  
22/07
ÀS 18H

Ative o sininho de notificações, participe e receba ao vivo cupons de até  50% de desconto! 
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.

Imaginie para todos: democratizando o ensino de redação no Brasil

Se você é um aluno de escola pública, agora pode estudar para o Enem de graça com a Imaginie. Conheça melhor o projeto Imaginie para todos!

Calendário do vestibular 2021: Confira as datas dos principais processos

Ficou confuso na hora de pesquisar sobre os vestibulares que quer fazer? Teve dificuldade para encontrar as informações? Achou tudo muito desorganizado? Então este calendário é para você!

[Infográfico gratuito]

O que cai
em cada disciplina do Enem?

Você está perdidinho sobre o que estudar para o Enem? Saiba quais são as matérias mais cobradas em cada disciplina neste infográfico gratuito que preparamos para você!

Mapa mental grátis

Decorar as regras de acentuação gráfica não é uma tarefa fácil, certo? Mas ela se torna um pouco mais simples com um mapa mental!

Plano de estudos para o Enem 2020

Quer um guia para se preparar para o Enem 2020? Baixe o nosso plano de estudos gratuitamente aqui!

Mapa mental grátis

Decorar as regras de acentuação gráfica não é uma tarefa fácil, certo? Mas ela se torna um pouco mais simples com um mapa mental!

Folha de redação guiada: produza um texto nota 1000!

Criamos esse modelo de redação guiada com dicas para você acertar na hora de fazer a sua própria produção textual para o Enem 2020!

Como ter uma rotina de estudos produtiva?

Aprenda técnicas para aprender mais em menos tempo!

Faça seu cadastro para receber nossa Newsletter