Cronograma enem - imagem de u calendário em uma folha com um marca textos por cima.

Entenda tudo sobre o cronograma Enem

Ana Massêo Enem e vestibulares

Quem está se preparando para ingressar na universidade, provavelmente já sabe que a prova do Exame Nacional do Ensino Médio é a principal porta de entrada para diversos cursos de graduação. Por isso, entender e acompanhar o cronograma Enem é mais do que necessário!

Se você pensa que precisa prestar atenção no Enem apenas no fim do ano, está muito enganado! As inscrições começam por volta do mês de maio e, ao longo do ano, há várias datas às quais você deve se atentar.

Por isso, confira a seguir todas as datas e informações que você precisa saber sobre o cronograma Enem 2019! 

Cronograma Enem 2019

Bom, para começar, o cronograma Enem 2019 possui várias datas importantes que começam antes mesmo das inscrições e acabam só no ano posterior ao da aplicação das provas. 

Pensando nisso, a seguir preparamos um calendário com todas essas datas. Confira:

Cronograma Enem - tabela com as datas do cronograma.

Mas, para você entender melhor cada etapa e quais delas você deve participar, agora vamos te explicar, com detalhes, cada uma delas. Bora lá?

Publicação do edital

Como é preciso se preparar desde o início do ano, o cronograma Enem já começa no terceiro mês com a publicação do edital em março. 

Além de ele ser a base de todo o exame, é por meio do edital que você tem acesso às regras, mudanças, datas e todas as informações necessárias para quem vai realizar esse processo seletivo.

Isenção da taxa de inscrição

Antes de começar as inscrições, o cronograma Enem estabelece, em abril, o período para solicitar a isenção da taxa de inscrição. 

O que isso significa? Bom, o Enem, como qualquer outro processo seletivo, cobra uma taxa para a sua realização. Essa taxa foi de R$85,00 em 2019, mas a cada ano ela pode sofrer alterações. 

Entretanto, o Enem estabelece três perfis de participantes que têm direito à gratuidade. Sendo eles:

  • quem está cursando a última série do Ensino Médio, no ano de aplicação do Exame, em escola da rede pública declarada ao Censo Escolar;
  • quem cursou todo o ensino médio em escola da rede pública ou como bolsista integral na rede privada; além de ter renda, por pessoa da família, igual ou menor que um salário mínimo e meio;
  • quem está em situação de vulnerabilidade socioeconômica por ser membro de família de baixa renda que possua Número de Identificação Social (NIS), único e válido; além de ter renda familiar por pessoa de até meio salário mínimo ou renda familiar mensal de até três salários mínimos.

Então, se você se encaixa em algum desses perfis, pode solicitar a isenção da taxa de inscrição entre os dias 1 a 10 de abril de 2019

Já no dia 17 sai o resultado dessa etapa e se você não concordar com ele e tiver formas de provar seu status, tem a oportunidade de entrar com recurso entre os dias 22 a 26 de abril. Por fim, o resultado do recurso sai dia 2 de maio, acabando o processo de isenção de taxa.

E, se você não se encaixa em nenhum desses três perfis, é só esperar o dia da inscrição começar. 😉

Justificativa de ausência no Enem 2018

Outra etapa que começa antes mesmo das inscrições, de acordo com o cronograma Enem, é a justificativa de ausência no Enem 2018. Essa etapa vale apenas para quem faltou em algum dia de aplicações de provas do ano anterior e quer, mais uma vez, requisitar a isenção da taxa de inscrição para 2019.

Nesse caso, você deverá avaliar se possui algum dos documentos aceitos pelo Inep para justificar a sua falta e, durante o período de 1 a 10 de abril, fazer a solicitação pelo sistema do Enem. 

O resultado sai dia 17 de abril e, se você não concordar com ele, pode abrir um recurso, apresentando os documentos solicitados, durante o período de 22 a 26 de abril

Para finalizar essa etapa, o resultado do recurso sai dia 2 de maio para você confirmar se a sua solicitação foi ou não aprovada.

Inscrições

Agora sim vem uma das etapas mais importantes do cronograma Enem e que afeta todo mundo que quer realizar esse exame! Em maio, começa o período de inscrição para realizar o Enem 2019. 

E atenção: mesmo que você tenha participado do processo de isenção de taxa e de justificativa anteriormente, é preciso que você se inscreva nessa etapa. 

Então, entre os dias 6 a 17 de maio ficam abertas as inscrições para quem quer realizar as provas do Enem e garantir aquela vaga na graduação. 

Gif de vários universitários jogando os capelos para cima.

A inscrição é bem simples! Basta acessar o site do Inep, seguir as recomendações, preencher os campos necessários e, ao final, gerar o boleto para pagar a taxa de inscrição. 

Além disso, apenas até o dia 17 de maio você consegue entrar na “página do participante” para alterar as seguintes informações:

  • Atualizar dados de contato;
  • Trocar o município de prova;
  • Mudar a opção de língua estrangeira;
  • Alterar atendimento especializado e/ou específico.

Pagamento da taxa de inscrição

Se você não participou do processo de isenção, durante os dias 6 a 23 de maio é o período de pagamento da taxa de inscrição. Não adianta nada preencher toda a inscrição se você não realizar o pagamento dessa taxa. Então fique atento ao prazo!

Assim que você finalizar a sua inscrição, um boleto com o valor de R$85,00 para o Enem 2019 será gerado. É só você imprimir e pagar em Agência Bancárias, Casas Lotéricas ou Agências dos Correios.

Mas atenção: todo boleto tem uma data de vencimento e é preciso respeitar essa data para não perder a sua inscrição. 

Solicitação de atendimento especializado e específico

Segundo o cronograma Enem, outra etapa que também começa no dia 6 de maio, junto à inscrição, é a solicitação de atendimento especializado e específico. 

Se você precisa de algum auxílio de acessibilidade para fazer o Enem, basta especificar durante a inscrição. O Inep irá avaliar o requerimento e, no dia 22 de maio, divulgará o resultado. 

Mas ficou na dúvida sobre o que se encaixa em atendimento especializado? Veja a seguir:

  • Autismo;
  • Baixa visão;
  • Cegueira;
  • Deficiência auditiva;
  • Deficiência física;
  • Deficiência intelectual (mental);
  • Déficit de atenção;
  • Discalculia;
  • Dislexia;
  • Surdez;
  • Surdocegueira;
  • Visão Monocular.

Já no caso do atendimento específico, a lista é a seguinte:

  • Gestante;
  • Idoso;
  • Lactante;
  • Estudante em Classe Hospitalar;
  • Outra Situação Específica.

Novamente, se você não concordar, pode entrar com recurso durante o período de 23 a 29 de maio, enviando os documentos solicitados. Depois, é só esperar o resultado final que sai dia 5 de junho.

Solicitação de atendimento por nome social

Após o término das inscrições, para garantir direitos iguais a todos os participantes, o Inep abre, dos dias 20 a 24 de maio, a solicitação de atendimento por nome social

Essa etapa pode ser feita por pessoas travestis e transexuais (aquelas que não se identificam com o seu sexo biológico) para que, durante o exame, não apareça o seu nome civil na inscrição, mas sim o nome social  pelos quais preferem ser chamadas cotidianamente. 

Basta acessar, dentro desse período, a página do participante e fazer a solicitação com os documentos necessários. 

E, como os outros processo, é possível entrar com recurso entre os dias 3 a 7 de junho, recebendo o resultado final também no dia 7

Divulgação do cartão de confirmação

divulgação do cartão de confirmação, segundo o cronograma Enem, será realizada em 16 de outubro.

Se você não sabe, consultar o cartão de confirmação de inscrição é muito importante porque é nele que você encontrará as seguintes informações:

  • número de inscrição;
  • data, hora e local das provas;
  • atendimento especializado e/ou específico, se foi solicitado;
  • opção de Língua Estrangeira.

Para acessá-lo, entre no site do Inep e, no canto esquerdo, clique no botão “Página do participante”. Nessa página vai aparecer um chat e basta você seguir as instruções: primeiro confirmando a imagem, depois colocando o seu cpf e, por fim, a sua senha.

Mas se você não se lembra da sua senha, assim que errar a primeira tentativa será possível clicar em um botão de “recuperar senha” que te enviará uma nova senha pelo email.

Pronto! Depois de colocar a sua senha você estará dentro da área do candidato. Nessa página você consegue olhar o seu cartão de confirmação de inscrição e pode imprimir ele.

Apesar de não ser obrigatório levar esse papel, é recomendável para você ter, em mãos, algumas informações importantes para o dia da prova.

Aplicação das provas

Depois de tanto estudo, redações escritas e simulados feitos, chega o grande momento da aplicação das provas, que é dividido em dois:

Primeiro dia de provas

Para começar, no domingo, dia 03 de novembro, é realizado o primeiro dia de provas do cronograma Enem 2019. Durante o período de 13h30 às 19h, os estudantes deverão:

  • resolver 45 questões de múltipla escolha sobre Linguagens, Códigos e suas Tecnologias;
  • resolver 45 questões de múltipla escolha sobre Ciências Humanas e suas Tecnologias;
  • escrever uma redação Enem.

Segundo dia de provas

Já no domingo seguinte, dia 10 de novembro, acontece o segundo dia de provas do cronograma Enem 2019. Nesse dia, durante o período de 13h30 às 18h30, os estudantes deverão:

  • Resolver 45 questões de múltipla escolha sobre Ciências da Natureza e suas Tecnologias;
  • Resolver 45 questões de múltipla escolha sobre Matemática e suas Tecnologias.  

ATENÇÃO: apesar do início das provas ser liberado às 13h30, os portões abrem às 12h e fecham às 13h, de acordo com o horário de Brasília. Por isso, qualquer pessoa que chegar depois de 13h não consegue mais entrar no local de prova.

Publicação dos gabaritos e dos cadernos de questões

Ufa, depois de todo o esforço durante as provas, no dia 13 de novembro já é liberado o gabarito oficial e os cadernos de questões.

Dessa forma, quem marcou as respostas no caderno e esperou o tempo necessário para poder levá-lo para casa, consegue verificar quais questões acertou e errou.

Apesar de ser impossível saber o resultado através da conferência do gabarito por causa da correção feita pela Teoria de Resposta ao Item (TRI), essa é uma forma de analisar o seu desempenho e perceber quais assuntos você teve mais domínio. 

Resultados individuais 

Ainda não tem data definida no cronograma Enem, mas será preciso segurar a ansiedade até janeiro de 2020 para saber o resultado individual que fica disponível, também, na página do participante do site do Inep. 

Afinal de contas, são milhares de redações e gabaritos para serem corrigidos e, por isso, só em 2020 você conseguirá acessar a sua nota final. 

Resultados individuais dos treineiros

Se você não sabe, os treineiros são aquelas pessoas que fazem o Enem apenas para treinar. 

Normalmente são estudantes que estão no início do ensino médio e, querendo evitar a surpresa no fim do terceiro ano, se inscrevem no Enem apenas para conhecer a prova e testar as suas habilidades.

Quanto mais preparado melhor, não é mesmo?

Por isso, é possível fazer essa distinção no momento da inscrição e, como os treineiros não precisam da sua nota com caráter de urgência para ingressar na faculdade, os resultados individuais deles saem depois, em março de 2020. 

Divulgação da vista pedagógica da redação

Para finalizar, a última data prevista no cronograma Enem é a divulgação da vista pedagógica da redação em março de 2020.

Quando o Inep divulgar a data certinha, será possível acessar o espelho da sua redação apenas para fins pedagógicos. Ou seja, para você conferir o que errou ou o que acertou na sua produção escrita.

Essa informação também será disponibilizada acessando a página do participante

Depois de todos esses processos, se o seu objetivo é usar a nota do Enem para ingressar no ensino superior, fique atento às datas do Sistema de Seleção Unificada (SISU) para escolher o seu curso e universidade.

Por fim, com o Enem se aproximando, é muito necessário ficar de olho nas informações sobre o local de prova. Por isso, veja também o nosso post sobre como saber o seu local de prova para o Enem 2019 e tire todas as suas dúvidas sobre esse assunto. 😉 

Vamos debater sobre?