Entenda o que é uma citação e como fazê-la

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

Na hora de fazer um texto escrito sempre pensamos por onde começar, o que escrever durante o desenvolvimento e como concluí-lo. Pensamos em estratégias textuais para enriquecer nossos textos, como utilizar figuras de linguagem, ser assertivo, argumentativo, etc, a depender, claro, de que tipo de gênero será este texto.

Uma das estratégias mais recorrentes para enriquecer o texto é a citação. Ela dá credibilidade às suas ideias, já que você utiliza, geralmente, as palavras de algum especialista no assunto em questão para confirmar o seu ponto de vista. Elas podem ser de vários assuntos e empregadas em diferentes textos.

Mas calma aí, você sabe dizer o que de fato é uma citação e como ela deve ser empregada em seu texto? Não se preocupe se não souber responder essa pergunta com segurança. Neste post vamos te explicar o que é e como usar a citação, o que irá ajudá-lo em sua redação do Enem, outros vestibulares e até quando você já estiver no ensino superior. Vamos lá?


O que é uma citação?

A citação é um ferramenta textual para que você dê credibilidade ao que escreveu. Ela é uma parte de um texto consultado por você e pode ser utilizada em diversos textos, inclusive, na redação do Enem!

Pois é, se você está na saga de se preparar para este exame e demais vestibulares, fique atento às citações, elas podem ser um diferencial em sua prova escrita.

Por que fazer uma citação em seu texto?

Bom, a citação deve ser empregada em sua redação ou qualquer que seja o tipo de texto escrito por você para dar credibilidade ao que você escreveu. Ela serve para embasar o seu ponto de vista, convencendo o leitor de que sua ideia está correta e que mais pessoas, inclusive o especialista citado por você, acreditam nela.

As citações são super valiosas, já que validam o que está escrito por você. Essas citações podem ser empregadas em diferentes gêneros textuais, sejam eles falados ou escritos. 

Se, por exemplo, você foi escolhido para ser orador de sua turma do 3º ano, irá preparar um discurso daqueles, não é? Pois bem, nesse discurso você provavelmente irá citar alguém que inspirou você e seus colegas a serem melhores e buscarem seus sonhos. Pode ser um professor, um coordenador, ou mesmo uma figura mais conhecida, como o Paulo Freire, se quiser falar sobre o poder transformador da educação.

Porém, se você estiver super concentrado em sua redação do Enem e quiser garantir a maior nota possível, deve puxar pela memória alguma citação de alguém famoso para incluir e impressionar o corretor de sua redação. 

Além de enriquecer e embasar a sua argumentação, a citação ainda mostra que você possui um repertório cultural. O que culminará em pontos nas competências 2, 3 e 4. Veja abaixo sobre o que cada uma delas cobra:

  • Competência 2: Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.
  • Competência 3: Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.
  • Competência 4: Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sabendo utilizar bem a citação, você irá angariar pontos nestas três competências.

Mas, cuidado, ein? As citações precisam estar vinculadas ao tema da redação ou podem, ao invés de ajudar, comprometer toda a sua argumentação. Além disso, é legal não exagerar muito, elas ajudarão se forem poucas e complementarem o que você escreveu. Lembre-se que elas devem ser apenas um apoio e não protagonistas de seu texto. Por isso, utilize uma, no máximo, duas citações ao longo de sua redação. 

A citação é empregada também em artigos e trabalhos de conclusão de cursos superiores. Ainda que você não esteja cursando o curso dos seus sonhos, mas está se preparando para ele, saiba que quando estiver lá precisará saber adequadamente as citações, pois elas são substanciais para que o seu texto passe a credibilidade necessária no ambiente acadêmico. 

Quais são os tipos de citação?

Agora que você conhece um pouco mais da importância de se utilizar citações, vamos aos seus tipos.

Há citações de vários tipos, veja as características de algumas delas.

1. Citação direta

A citação direta é aquele que você se apropria das palavras do autor diretamente. Para isso, você deve utilizar as aspas, para indicar que aquele trecho foi escrito por outra pessoa. Além disso, você deverá indicar o nome do autor, antes ou depois das aspas.

A citação direta pode ser de dois tipos: curta (de até 3 linhas) ou longa (mais de 3 linhas). Confira as regras de uso de cada uma delas, abaixo:

1.1 Citação direta curta

A citação curta vem dentro do próprio texto, ela é uma cópia fiel do texto que você pesquisou e deve ser de no máximo 3 linhas. Neste caso é obrigatório o uso das aspas.

1.2 Citação direta longa

A citação direta longa ultrapassa as 3 linhas e, portanto, deve vir separada do restante do texto e com um recuo de 4 centímetros. A fonte da letra deverá ser de tamanho 10, menor que o restante do texto. Além disso, o espaçamento entre as linhas deve ser simples. Aqui, não se usam aspas.

2. Citações indiretas 

As citações indiretas são as paráfrases. Aqui você escreve o que outra pessoa disse ou escreveu com suas próprias palavras, portanto, não é necessário utilizar as aspas, mas é imprescindível indicar a fonte. 

3. Citação da citação ou APUD

O apud é uma palavra do latim, que significa “junto a, perto de, em”, essa citação também é conhecida como citação da citação. Aqui, você cita um autor que está sendo citado em uma outra obra, que não a dele. 

Por exemplo, você está lendo uma obra de autor X e viu uma citação de uma autor Y e quer utilizar a citação de Y em seu texto; isso é um apud ou citação da citação.

O ideal é empregar a citação retirada de sua fonte original, já que isso traz mais credibilidade à sua ideia. Entretanto, pode-se utilizar o apud, quando a fonte original for muito difícil de se encontrar.

As citações diretas longas e o apud são mais utilizadas em trabalhos acadêmicos, no entanto, em sua redação do Enem você poderá utilizar as citações diretas curtas e as indiretas. Confira a seguir como empregá-las corretamente.

Como fazer uma citação direta e indireta em sua redação do Enem?

Bom, as citações podem ser usadas logo no comecinho de sua redação, para introduzir o tema de sua redação, no desenvolvimento para embasar algum de seus argumentos, ou em sua conclusão para auxiliar na elaboração de sua proposta de intervenção.

As citações poderão ser de filmes, documentários, trechos de documentos oficiais, como a Constituição Federal e a Declaração dos Direitos Humanos, frases de grandes personalidades, livros, músicas, dados estatísticos, etc.

As citações que poderão ser utilizadas em sua redação são duas: a citação direta curta e a citação indireta. Veja exemplos de cada.

  • Exemplo de citação direta curta: Segundo o artigo 1º da Declaração Universal dos Direitos dos Homens, “todos os seres humanos nascem livres e iguais em dignidade e em direitos”… 
  • Exemplo de citação indireta: De acordo com a Declaração Universal dos Direitos Humanos, todas as pessoas têm o direito de serem livres, serem tratadas com dignidade e terem direitos iguais.

Bem fácil e legal, não é mesmo? Sabendo utilizar a citação, certamente, você vai mandar ainda melhor em sua redação. Se você quer saber mais sobre como se dar muito bem e alcançar a nota 1000, basta ler nosso guia da redação do Enem e arrebentar!

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

doze + 5 =

Posts relacionados

[Ebook]

7 dicas para dar um gás nos estudos e aprender mais rápido

Está se preparando para o Enem e demais vestibulares e quer saber como aprender mais rápido? Então este ebook foi feito para você. Nele você encontra 7 dicas quentes para dar um gás nos estudos!

[Ebook]

Melhorando o seu Repertório Sociocultural

Quer melhorar o seu repertório sociocultural, mas não tem ideia de como fazer isso? Então este ebook foi feito para você! Nele você vai encontrar várias fontes para enriquecer sua redação!

Estrutura da redação: saiba as características dos principais gêneros textuais

Não sabe como é a estrutura da redação de um texto dissertativo-argumentativo ou de uma carta? Então este mapa mental foi feito para você!

Imaginie para todos: democratizando o ensino de redação no Brasil

Se você é um aluno de escola pública, agora pode estudar para o Enem de graça com a Imaginie. Conheça melhor o projeto Imaginie para todos!

Calendário do vestibular 2021: Confira as datas dos principais processos

Ficou confuso na hora de pesquisar sobre os vestibulares que quer fazer? Teve dificuldade para encontrar as informações? Achou tudo muito desorganizado? Então este calendário é para você!

[Infográfico gratuito]

O que cai
em cada disciplina do Enem?

Você está perdidinho sobre o que estudar para o Enem? Saiba quais são as matérias mais cobradas em cada disciplina neste infográfico gratuito que preparamos para você!

Mapa mental grátis

Decorar as regras de acentuação gráfica não é uma tarefa fácil, certo? Mas ela se torna um pouco mais simples com um mapa mental!

Plano de estudos para o Enem 2020

Quer um guia para se preparar para o Enem 2020? Baixe o nosso plano de estudos gratuitamente aqui!

Mapa mental grátis

Decorar as regras de acentuação gráfica não é uma tarefa fácil, certo? Mas ela se torna um pouco mais simples com um mapa mental!

Folha de redação guiada: produza um texto nota 1000!

Criamos esse modelo de redação guiada com dicas para você acertar na hora de fazer a sua própria produção textual para o Enem 2020!

Como ter uma rotina de estudos produtiva?

Aprenda técnicas para aprender mais em menos tempo!

Faça seu cadastro para receber nossa Newsletter